São Paulo MP abre canal de denúncias para abusos de "médico dos famosos"

MP abre canal de denúncias para abusos de "médico dos famosos"

Nutrólogo Abib Maldaun Neto já foi condenado em segunda instância por violação sexual mediante fraude, mas nega abusos e alega inocência 

O Ministério Público de São Paulo abriu um canal direto por e-mail (somosmuitas@mpsp.mp.br) para receber denúncias de pacientes mulheres contra o médico nutrólogo Abib Maldaun Neto, acusado por abuso sexual dentro do seu consultório nos Jardins, na zona sul da cidade de São Paulo.

Ele já foi condenado em segunda instância por violação sexual mediante fraude pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, mas continua atendendo com autorização do Cremesp (Conselho Regional de Medicina). 

Em nota, o médico afirmou que "é inocente, está tranquilo e que jamais cometeu ato imoral ou ilegal durante a atuação médica". Informou também que sempre colaborou durante o processo e está à disposição para que, segundo ele, a verdade seja comprovada.

Os relatos serão recebidos por uma equipe especializada do CAOCrim (Núcleo de Gênero do Centro de Apoio Operacional Criminal) do MPSP, com total sigilo em relação aos dados.

Mulheres relatam ter tido medo para denunciar o "médico dos famosos"

Mulheres relatam ter tido medo para denunciar o "médico dos famosos"

Reprodução / Record TV

O caso

Mulheres que passaram em consulta com o nutrólogo Abib Maldaun Neto afirmam que foram abusadas sexualmente no consultório. Com receio de serem identificadas, as vítimas contam que, ao buscar uma avaliação física para melhorar a saúde, o profissional aproveitou o momento para cometer o abuso. As informações são da Record TV.

Uma empresário de 43 anos relatou que, por mais de uma década, ficou calada, mas decidiu fazer a denúncia após ver outras mulheres delatando o médico das celebridades. Ela buscava mais disposição física e lembra do trauma: "Ele falou vamos te examinar agora, tira a roupa, coloca o avental. Ele apalpou minha virilha direita e disse que tinha nódulos, depois começou a manipular meu clitóris".

Outra paciente revelou que o abuso aconteceu com o filho na sala de espera: "Só pensava que meu filho de 10 anos estava sentado a 100 metros de mim".

Abib tem fotos com diversas celebridades por ele atendidas, fato que deu confiança a uma das pacientes. Agora todas querem que ele pague pelo que fez. Os traumas, no entanto, não serão esquecidos. "Nunca mais me consultei com médico homem", disse uma das mulheres.

As pacientes que procuram um nutrólogo querem perder peso, procuram por saúde. A avaliação física é feita com o auxílio de um aparelho. Em nenhum momento é preciso ficar nua durante o exame.

Últimas