São Paulo MTST ocupa área em frente à Prefeitura de SP em protesto

MTST ocupa área em frente à Prefeitura de SP em protesto

Organização faz protesto contra prefeito Ricardo Nunes, com quem pede reunião sobre situação habitacional do município

  • São Paulo | Agência Estado e R7

Grupo está acampado e afirma que está sem "pressa nenhuma de ir embora"

Grupo está acampado e afirma que está sem "pressa nenhuma de ir embora"

Reprodução/Twitter

O MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto) ocupou nesta quarta-feira (13), uma área na frente da Prefeitura de São Paulo, no centro da cidade, em protesto contra a conduta do prefeito Ricardo Nunes (MDB), em relação à situação habitacional do município.

O movimento fala em "centenas de manifestantes" e diz que não pretende sair do local até que Nunes receba uma comissão do MTST para um "diálogo honesto sobre o tema".

Segundo a organização, o ato tem o objetivo de denunciar a falta de retorno do prefeito "às tentativas de diálogo a respeito da grave situação habitacional da cidade e da implementação do Programa Pode Entrar para a construção de moradias populares".

Nas redes sociais, o movimento afirmou às 17h51 desta quarta-feira que ainda está acampado em frente à prefeitura, "sem pressa nenhuma de ir embora".

No mês passado, em 23 de setembro, o MTST ocupou a sede da Bolsa de Valores de São Paulo (B3), em protesto contra a fome, a desigualdade e a inflação. A manifestação pacífica dentro do prédio durou pouco mais de uma hora.

Últimas