São Paulo Mulher é presa por vender cestas doadas pela Prefeitura de SP 

Mulher é presa por vender cestas doadas pela Prefeitura de SP 

Dona de Ong na zona leste de SP cobrava a quantia para entregar a cesta básica e pedia que o pagamento fosse feito por PIX

  • São Paulo | Marcos Rosendo, da Agência Record

Mulher foi presa por vender cestas básicas doadas pela Prefeitura de SP

Mulher foi presa por vender cestas básicas doadas pela Prefeitura de SP

Divulgação/Polícia Civil de São Paulo

Uma mulher foi presa por policiais civis 2ª Delegacia de Crimes Contra a Administração, nesta terça-feira (13), após ser acusada de cobrar R$ 10,00 de população carente para entregar cestas básicas doadas pela Prefeitura de São Paulo.

Segundo a denúncia, a fraude estava sendo praticada pela Ong (Organização Não Governamental) Educacional Tabernáculo, localizada na  Rua Giacomo Quirino, 76, no bairro José Bonifácio, na zona leste da capital paulista.

A dona da Ong, identificada pelo prenome de Edna, cobrava a quantia para entregar a cesta básica e pedia que o pagamento fosse feito por PIX preferencialmente.

De acordo com o delegado da Polícia Civil Mario Palumbo, a Prefeitura de São Paulo doou 800 cestas básicas para a Ong distribuir para famílias carentes na zona leste.

Após receber a denúncia, policiais civis estiveram nesta terça-feira (13)  na sede da Ong Educacional Tabernáculo e apreenderam parte das cestas básicas que estavam estocadas.

A mulher foi presa e indiciada por peculato, que é um crime cometido contra a administração pública.

Últimas