São Paulo "Não saio mais sozinha de casa", diz vítima do maníaco do Jabaquara

"Não saio mais sozinha de casa", diz vítima do maníaco do Jabaquara

Jovem de 24 anos foi abordada quando voltava do trabalho. Homem mostrou a genitália de dentro do carro. Ela afirma que seria capaz de reconhecê-lo

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

A jovem de 24 anos que foi vítima do maníaco do Jabaquara contou à Record TV que não consegue mais sair sozinha de casa: "Minha mãe vai me buscar e me levar. Quero a polícia pegue esse homem, que ele seja preso, punido, para a gente ter um pouco mais de tranquilidade".

A recepcionista prefere não ser identificada e foi abordada pelo suspeito quando voltava do trabalho na zona sul de São Paulo: "Era uma da tarde e ele me abordou para perguntar onde ficava uma rua. Quando olhei dentro do carro, ele estava com a genitália para fora, se tocando", lembra.

Leia mais: Preso em SP suspeito de ataque a empresa de valores no Paraguai

Apesar do susto, a jovem conseguiu anotar a placa do veículo do suspeito e registrou o caso na delegacia. "A polícia disse que provavelmente a placa foi adulterada porque consta no sistema como do Rio de Janeiro. Perguntou se eu tinha condição de identificar caso eles pegassem o suspeito e eu disse que sim", revela a vítima.

O homem sumiu depois dos ataques feitos a pé ou em um carro vermelho e não foi mais visto na região. O caso ganhou atenção nas redes sociais como um alerta para as mulheres que andam pela região do Jabaquara.

A Polícia Civil vai usar as imagens registradas por câmeras de segurança para tentar identificar o homem que tem atacado mulheres. Ao menos dois boletins de ocorrência foram registrados.

A polícia procura também por mais vítimas do homem. A expectativa é que seja feito um retrato-falado do suspeito para ajudar na identificação e prisão do maníaco.

Veja também: Prefeitura acolhe 159 moradores de rua em madrugada de frio em SP

Ele aproveita a distração das mulheres, faz ameaças até com uso de estilete e dá o bote surpreendendo a vítima. Há também registro de perseguição sem que a mulher perceba.

Homem ataca mulheres a pé ou em um carro vermelho no Jabaquara, zona sul

Homem ataca mulheres a pé ou em um carro vermelho no Jabaquara, zona sul

Reprodução / Record TV

O caso

Segundo testemunhas, ele aborda as vítimas de surpresa e é agressivo. Câmeras de segurança da região flagraram ações do maníaco.

Em uma ocasião, as imagens mostram um carro virando rápido na esquina e estacionando de qualquer maneira, longe da guia. Um homem sai apressado de dentro do carro e corre em direção a uma mulher que passa pela esquina sozinha, distraída, com fones de ouvido. O homem não para nem com a aproximação de um carro.

Leia ainda: São Paulo tem temperaturas entorno dos 10°C nesta sexta-feira

Na sequência, o suspeito aperta o passo em direção à mulher na calçada. Ele alcança a moça e chama sua atenção. Fala com ela, aponta para a roupa dela. Pessoas próximas entrando em um carro não desconfiam de nada. Em seguida, ele pega algo no bolso e dá para a mulher, que aceita e continua andando. Ele nao sai de perto e continua acompanhando. Em outro ângulo, a mulher aparece com a blusa na mão e parece limpar a peça de roupa. O suspeito continua seguindo a jovem e olhando para os lados.

Em uma outra sequência de gravação, alguns minutos mais tarde, o homem é captado por outra câmera indo em direção a uma jovem que passeia com um cachorro. Quando estão bem próximos, ele ataca a garota e, em seguida, sai caminhando tranquilamente enquanto a menina grita. Segundo testemunhas, o homem carregava um estilete.

As mulheres que moram ou trabalham no Jabaquara ou Praça da Árvore, na região sul de São Paulo, estão assustadas.

Últimas