Coronavírus

São Paulo Nova classificação do Plano SP vale a partir desta segunda-feira (1º)

Nova classificação do Plano SP vale a partir desta segunda-feira (1º)

Seis regiões estão na fase vermelha e outras 11 na fase laranja, conforme anúncio do governo na última sexta-feira (29)

Agência Estado
Comércio no centro de São Paulo

Comércio no centro de São Paulo

WAGNER SOUZA / FUTURA PRESS / ESTADÃO CONTEÚDO - 26.01.2021

O governo do Estado de São Paulo adota a partir desta segunda-feira (1º)  uma nova classificação do Plano São Paulo, o guia das medidas de isolamento social de acordo com os indicadores epidemiológicos da covid-19.

As regiões de Presidente Prudente e Sorocaba avançaram da fase vermelha para a laranja. Ribeirão Preto, por sua vez, sofreu rebaixamento, da fase laranja para a vermelha.

Fase vermelha

Entram, portanto na fase vermelha seis regiões, a partir desta segunda: Marília, Bauru, Barretos, Franca, Ribeirão Preto e Taubaté.

Nos períodos de fase vermelha, funcionam somente os serviços considerados essenciais, como farmácias, supermercados e padarias, açougues, postos de combustíveis, lavanderias, meios de transportes, oficinas de veículos, atividades religiosas, hoteis, pousadas, bancos, pet shops e serviços de entrega.

O atendimento presencial em restaurantes, comércios e lanchonetes fica proibido, mas os serviços de entrega podem funcionar normalmente. Shopping centers, academias, salões de beleza e barbearias também não podem abrir. Eventos, convenções e atividades culturais presenciais estão proibidas.

Fase laranja

Na fase laranja, estarão outras 11 regiões: Presidente Prudente, Sorocaba, Registro, Araçatuba, São José do Rio Preto, Araraquara, São João da Boa Vista, Piracicaba, Campinas, a Baixada Santista e a região metropolitana da capital.

Na fase laranja, que valem nos dias de semana entre 6h e 20h, podem funcionar comércios e serviços, exceto o atendimento presencial em bares. A capacidade de ocupação prevista é de 40% de público nos estabelecimentos. O funcionamento máximo por dia dos estabelecimentos é de 8 horas, no período após as 6h e antes das 20h, incluindo restaurantes, academias, eventos, convenções e atividades culturais, salões de beleza e barbearias.

Desaceleração

Segundo afirmou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), reforçado pela secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, o Estado registra desaceleração do avanço da covid-19.

Conforme dados da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), na quinta-feira (28), o Estado registra variação semanal - comparativo entre os últimos sete dias e os sete anteriores - negativa de 5,8% em novos casos, de 6,4% em novos óbitos e de 8,2% em novas internações.

Segundo o secretário estadual de Saúde, Jean Carlo Gorinchteyn, os dados atualizados desta sexta-feira apontam queda de 1% em óbitos e de 9% em internações.

Na região metropolitana da capital, a desaceleração é mais acentuada, com queda de 13,4% em novos casos, de 16,3% em novos óbitos e de 11,6% em novas internações.

Últimas