Novo Coronavírus

São Paulo Novo rodízio na cidade de SP reduz lentidão a 1 km, diz Prefeitura

Novo rodízio na cidade de SP reduz lentidão a 1 km, diz Prefeitura

Na semana passada, pico no trânsito registrado entre 8h e 9h foi de 11 km. Mas nesta segunda ônibus foram flagrados circulando cheios

  • São Paulo | Do R7

No Grajaú, ônibus circularam muito cheios apesar de reforço da frota em SP

No Grajaú, ônibus circularam muito cheios apesar de reforço da frota em SP

Reprodução / Record TV

O novo rodízio de veículos de São Paulo teve impacto significativo na circulação pelas vias da cidade, de acordo com boletim divulgado pela prefeitura nesta segunda-feira (11). Foi registrado apenas 1 km de congestionamento na cidade às 8h30 desta segunda, primeiro dia da medida em vigor. Na semana passada (4), o pico foi de 11 km, entre 8h e 9h, de acordo com dados da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).

Em termos de lentidão, medida com a base de dados do Waze, os números caíram dos 21 km de lentidão às 8h da manhã da semana passada, para 4 km registrados nesta segunda.

Leia mais: Veja 13 regras do rodízio em SP antes de tirar o carro da garagem

De acordo com a SPTrans, até as 9h, foram utilizados 489 dos 600 ônibus extras, além dos mil colocados em circulação pela prefeitura. Segundo o poder municipal, as equipes de campo da SPTrans monitoram a movimentação de passageiros e adotam ajustes necessários para adequar a frota à demanda.

Mas a Record TV flagrou nesta segunda ônibus circulando lotados no extremo sul da capital. Em uma linha que leva os trabalhadores do Grajaú até a Praça da Sé, no centro, não havia espaço para se segurar e nem para manter o distanciamento indicado. Eram vários passageiros pendurados nas portas.

O rodízio vale em toda a cidade, por 24 horas, em dias alternados. Em dias do mês ímpares, podem circular veículos com placa final ímpar e em dias pares, veículos com placa final par.

Veja também: Saiba quem pode fazer o cadastro para isenção do rodízio de veículos

Mas, em entrevista à Record TV, o secretário municipal de Mobilidade e Transportes, Edson Caram, afirmou que não houve um aumento significativo da demanda nesta segunda e que os ônibus não saíram dos terminais com passageiros em pé. "Não houve nenhuma intercorrência, movimento foi tranquilo e os terminais se comportaram bem. Os ônibus não precisam respeitar os horários, mas estavam com todos assentos ocupados", explicou.

Ainda de acordo com Edson Caram, a movimentação de hoje nos terminais foi semelhante a de segunda-feira passada (4). O secretário, no entanto, lembrou que os motoristas que desrespeitarem o rodízio já estão sendo multados: "Os radares estão funcionando. A prefeitura não quer multar, a regra é para que as pessoas fiquem em casa".

A multa é de R$ 130,16 e o condutor ainda tem 4 pontos na CNH.

Últimas