São Paulo Número de mortes de motociclistas lidera as estatísticas em janeiro

Número de mortes de motociclistas lidera as estatísticas em janeiro

De acordo com Infosiga, em janeiro deste ano foram registrados 136 casos, o que corresponde a 35,1% dos óbitos em São Paulo

  • São Paulo | Karla Dunder, do R7

Motocicleta: acidentes lideram as estatísticas

Motocicleta: acidentes lideram as estatísticas

Reprodução/Record Bahia

O número de acidentes envolvendo mortes de motocicletas lideram as estatísticas de acordo com os dados divulgados pelo Governo do Estado na segunda-feira (19). De acordo com o Infosiga, em janeiro deste ano foram registrados 136 casos, o que corresponde a 35,1% dos óbitos no Estado.

Já os acidentes envolvendo automóveis ocupam a segunda posição, com 102 óbitos e 26,4% do total. Os pedestres aparecem na terceira posição - o primeiro mês de 2018, ocorreram 94 fatalidades envolvendo este grupo (24,3% do total). Por fim, acidentes envolvendo ciclistas somam 28 casos e representam 7,2% dos óbitos de São Paulo.

Perfil

O Infosiga também traça um perfil dos acidentes fatais. Jovens com idade entre 18 e 29 anos estão envolvidos em 1 de cada 3 casos. Homens são a grande maioria, correspondendo a 78% das vítimas.

O período noturno, com 51,7% das ocorrências, e fins de semana (43,9%) concentram as ocorrências fatais. O Infosiga mostra ainda que 38,5% dos acidentes são colisões entre veículos e que 53,8% das óbitos ocorrem nos hospitais.

Últimas