São Paulo Operação Pequim: trio suspeito de furtar imigrantes chineses é preso

Operação Pequim: trio suspeito de furtar imigrantes chineses é preso

Grupo baseado em SP atuava em várias cidade do país. Só no DF, invadiram 25 apartamentos de vítimas chinesas e levaram dinheiro e joias

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Dinheiro apreendido na Operação Pequim

Dinheiro apreendido na Operação Pequim

Reprodução/Record TV

Um grupo especializado em furtar apartamentos de imigrantes chineses em vários estados foi alvo da Operação Pequim, deflagrada pela polícia nesta quarta-feira. Três homens envolvidos foram presos.

Muro desaba e mata mulher no interior de São Paulo

O grupo, baseado em São Paulo, se passava por parentes das vitimas. Desde 2015, eles invadiram apartamentos  em São Paulo, no Ceará, em Pernambuco, Santa Catarina e Minas Gerais. Só no Distrito Federal, os criminosos invadiram 25 apartamentos e levaram dinheiro e joias -o trio detido atuou em ao menos sete deles.

Foi apreendida uma grande quantidade de dinheiro. além de carros e motos de luxo. Os veiculos serão vendidos para cobrir o prejuízo das vítimas, estimado em R$ 200 mil

Homem é acusado de estupro por sobrinhas e filhos em São Paulo

Em maio, outras nove pessoas, também suspeitas de assaltar casas de famílias chinesas, foram presas na primeira fase da operação. A polícia acredita em uma conexão entre os grupos.

”É um grupo com conexões com facções criminosas, conexões no estado do Nordeste,  então a gente não quer que nós tenhamos esse tipo de atuação até porque atacam pessoas mais vulneráveis que não conhecem a nossa língua, não conhecem nosso sistema”, afirma o delegado Fernando Cocito, da Polícia Civil do DF.

Últimas