São Paulo Pacientes são retirados de clínica após vazamento de gás em SP

Pacientes são retirados de clínica após vazamento de gás em SP

Prédio precisou ser evacuado por recomendação do Corpo de Bombeiros após obra danificar tubulação de gás na rua

  • São Paulo | Do R7, com informações de Elizabeth Matravolgyi, da Agência Record

Local é uma clínica de especialidades do Hospital 9 de Julho

Local é uma clínica de especialidades do Hospital 9 de Julho

Reprodução/GoogleMaps

Pacientes, médicos e funcionários precisaram ser retirados do Centro Médico do Hospital 9 de Julho na manhã desta quarta-feira (6) por conta de um vazamento de gás na rua em frente ao local.

O vazamento ocorreu em uma obra que era realizada na rua e rompeu uma tubulação da Comgás entre as ruas Peixoto Gomide e Herculano de Freitas, que também resultou na interdição total das duas vias.

Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas e orientaram a evacuação do prédio, que segundo é onde são realizados exames e consultas médicas.

"A operação de evacuação dos 14 andares transcorreu sem nenhum problema e não levou mais do que 20 minutos até que todos deixassem o local em segurança. O Corpo de Bombeiros manteve o isolamento da rua por mais 30 minutos para avaliação, liberando-a a seguir, ou seja, após às 12h30 a via já estava liberada pelo Corpo de Bombeiros", afirmou o Hospital 9 de Julho por meio de nota..

Já a Comgás, empresa responsável pela tubulação onde ocorreu o vazamento, afirmou que recebeu "um chamado às 11h16 da quarta-feira sobre um dano na rede de gás natural encanado durante obras realizadas por terceiros" e que "eliminou o vazamento às 11h40".

Últimas