Coronavírus

São Paulo Pancadões são dispersados em São Bernardo na madrugada de sábado

Pancadões são dispersados em São Bernardo na madrugada de sábado

Guarda Civil Municipal flagrou cerca de 600 pessoas em aglomeração, sem máscara e consumindo bebida alcoólica

  • São Paulo | Carolina Lopes, da Agência Record

Eventos presenciais são proibidos durante a fase vermelha no Estado de São Paulo

Eventos presenciais são proibidos durante a fase vermelha no Estado de São Paulo

Agência Record

Dois pancadões foram dispersados pela Guarda Civil Municipal (GCM) de São Bernardo do Campo, região do ABC paulista, na madrugada deste sábado (06). Cerca de 600 pessoas foram flagradas em aglomeração, sem máscara e consumindo bebida alcoólica.

O flagrante ocorreu no primeiro dia de implementação da fase vermelha no Estado de São Paulo, nível máximo de restrição, na qual não é permitido eventos presenciais, nem a circulação de pessoas entre às 20h e 05h.

De acordo com a GCM, a maior aglomeração aconteceu na Avenida Juscelino Kubitschek, no bairro Alves Dias, onde aproximadamente 400 pessoas se reuniram em um pancadão. Ao perceberem a chegada dos agentes, cerca de 50 pessoas tentaram se esconder em um estabelecimento, mas foram novamente dispersadas. 

A segunda festa em via pública foi flagrada na Rua Cassiano Gabus Mendes, no bairro Jardim Calux, onde cerca de 200 pessoas estavam aglomeradas, com a presença de carros de som, o que, além de infringir as normas de distanciamento social e o toque de recolher, também caracteriza ocorrência de perturbação do sossego.

Os flagrantes ocorreram durante a Operação Toque de Recolher, implementada pela Prefeitura de São Bernardo desde o último sábado (27), que tem como objetivo evitar a circulação de veículos e pessoas das 22h às 4h. A operação deve acontecer até o dia 19 de março, com o apoio da Polícia Militar, do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) e da Polícia Civil.

Últimas