São Paulo 'Pensei que não ia voltar mais', diz idosa derrubada durante pancadão

'Pensei que não ia voltar mais', diz idosa derrubada durante pancadão

Depois de ser puxada e cair de uma altura de dois metros, Valdete de Oliveira Cavalcante, de 78 anos, se recupera de queda e já pensa em voltar ao trabalho

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Mais de uma semana depois de ter sido puxada por participantes de um baile funk e caído da varanda de sua casa na zona oeste de São Paulo, a diarista Valdete Pereira Cavalcante, de 78 anos, falou à Record TV sobre o alívio de se recuperar da queda. "Graças a Deus eu estou em casa, eu pensei que não ia voltar mais", disse.

Leia mais: Jovem admite ter derrubado idosa da varanda durante baile funk

Depois do acidente, na madrugada da última segunda-feira (12), a idosa foi internada no Hospital Bandeirantes, com ferimentos nos braços, pernas, rosto e bacia. Ela recebeu alta no mesmo dia e voltou para casa. Porém, passou mal pouco depois. Foi levada ao Hospital das Clínicas e, em seguida, transferida ao Hospital Universitário, onde permaneceu internada por cinco dias.

Em um dos vídeos do episódio é possível ver a vítima, que estava no segundo andar de sua casa, jogando água com uma mangueira sobre os jovens que ocupavam a rua durante o baile.

Sem perceber, Valdete deixa parte da mangueira para fora da laje. Um homem, que aparenta estar no baile, puxa a mangueira, enquanto ela tentar segurar o objeto. Logo em seguida, a vítima cai.

Idosa se recupera dos ferimentos em casa de uma sobrinha

Idosa se recupera dos ferimentos em casa de uma sobrinha

Reprodução/ Record TV

Durante troca de mensagens em uma rede social, um jovem admitiu ter derrubado a idosa ao puxar a mangueira. O rapaz diz ter tido sorte por seu rosto não aparecer nas imagens. A Polícia Civil de São Paulo investiga o caso, mas não deu detalhes sobre o suspeito.

A idosa relatou não pensar em uma possível punição do rapaz, mas sim na volta ao trabalho. Por conta das fortes dores na cabeça e costela, a idosa passa grande parte dos dias deitada, se recuperando do episódio.

Últimas