São Paulo PF prende 4 por tráfico de drogas em aeroporto Internacional de SP

PF prende 4 por tráfico de drogas em aeroporto Internacional de SP

Fiscalização foi feita no fim de semana no terminal de Guarulhos, na Grande SP. Com os suspeitos, foram apreendidos quase seis quilos de cocaína

  • São Paulo | Do R7

Dois quilos de cocaína estavam ocultos em mala de passageira  que ia para Turquia

Dois quilos de cocaína estavam ocultos em mala de passageira que ia para Turquia

Divulgação / PF

A Polícia Federal prendeu quatro pessoas por tráfico de drogas e apreendeu quase seis quilos de cocaína em ações entre os dias 12 e 13 no aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos.

Policiais federais, que atuam na fiscalização de passageiros junto aos balcões de check-in, prenderam os suspeitos tentando traficar drogas para Istambul, na Turquia. No sábado (12) uma brasileira de 31 anos foi abordada e presa pelos policiais com mais de dois quilos de cocaína ocultos no fundo falso de uma mochila.

Leia mais: PM recupera carga de TVs roubada e avaliada em R$ 2 milhões em SP

Em ação realizada no domingo (13), uma mulher da Turquia, de 53 anos, escondia dois quilos de cocaína nas estruturas de uma mala que estava com diversos embrulhos para presentes. A mulher disse, em depoimento, que a mala não lhe pertencia e que a teria recebido de uma pessoa que conheceu por meio de redes sociais. Ela confessou que receberia um pagamento em dinheiro pelo transporte.

Em uma terceira ação, um brasileiro foi abordado quando entrou no banheiro. O homem confessou que transportava produto ilícito. A mulher que o acompanhava também foi abordada e ambos foram conduzidos à delegacia. A droga apreendida com o casal estava oculta em solas de tênis.

Veja também: SP terá blitz de prevenção contra covid-19 de segunda a sexta-feira

Após serem ouvidos, receberam voz de prisão por tráfico internacional de drogas. O brasileiro de 31 anos havia viajado para o mesmo destino anteriormente e a mulher, uma angolana de 19 anos, não possuía registro de viagens ao exterior. 

Os presos serão apresentados à Justiça Federal onde responderão pelo crime de tráfico internacional de drogas.

Últimas