Pintor aguarda por operação de emergência há 14 dias em SP

Internado com lesão grave na coluna desde 15 de maio, no Hospital Mandaqui, na zona norte, paciente aguarda por item específico para a cirurgia

Portão caiu em cima do pintor e lesionou sua coluna gravemente

Portão caiu em cima do pintor e lesionou sua coluna gravemente

Reprodução/ Record TV

Internado com grave lesão na coluna no hospital Mandaqui, zona norte de São Paulo, o pintor Marcielio Antônio de Oliveira, de 32 anos, teve que aguardar cirurgia por mais de 14 dias porque a unidade pública de saúde não tinha os materiais adequados para a realização do procedimento médico.

Leia mais: Morte de modelo após discussão com delegado é mistério para polícia

Segundo familiares, o paciente foi encaminhado ao hospital devido a um acidente ocorrido no portão de sua casa. As informaçoes são da Record TV. No dia 15 de maio, enquanto auxiliava um serralheiro no portão de sua garagem, Marcielio foi atingido pela estrutura, que caiu em cima dele. A imagem de uma câmera de segurança da rua mostrou o acidente.

Desde então, Marcielio está no Hospital do Mandaqui, na zona norte paulistana, onde é medicado constantemente para suportar a dor na coluna. O pintor não consegue se movimentar e precisa ser acompanhado por um familiar durante 24 horas por dia. Qualquer movimento pode agravar a lesão.

Com fraturas detectadas, Marcielio aguarda a chegada de um item específico adequado ao seu corpo para realizar a cirurgia. O hospital não possui o objeto.  Em nota, o Conjunto Hospitalar do Mandaqui afirmou que a compra do item "já foi feita a compra e o hospital está cobrando agilidade na entrega".