Novo Coronavírus

São Paulo Piracicaba (SP) retrocede para fase vermelha em plano de reabertura

Piracicaba (SP) retrocede para fase vermelha em plano de reabertura

Cidade do interior de São Paulo saiu da fase amarela para vermelha. Mudança se deu em função da ocupação de leitos de UTI que está em 84,6%

  • São Paulo | Do R7

Piracicaba retrocede para fase vermelha em plano de reabertura

Piracicaba retrocede para fase vermelha em plano de reabertura

Governo de SP

A cidade de Piracicaba, no interior do estado, retrocedeu e passou para a fase 1 (vermelha), a mais restrita do plano de reabetura de São Paulo, em que somente atividades essenciais estão liberadas. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (17) durante coletiva de imprensa realizada pelo governo de São Paulo, no Palácio dos Bandeirantes. 

Leia mais: Situação da covid-19 em Piracicaba preocupa governo de São Paulo

Piracicaba se une às cidades de Araçatuba, Campinas, Ribeirão Preto e Franca, que também estão na fase vermelha do plano de reabertura. A mudança de fase se deu, sobretudo, em função da piora nos indicadores de saúde. A ocupação de leitos de UTI  está em 84,6%, de acordo com a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen.

A nova classificação passa a valer a partir de segunda-feira (20). Na quarta-feira (8), o governo de São Paulo anunciou que o Hospital de Campanha do Ibirapuera, na zona sul da cidade, comecará a atender pacientes do interior do estado.

"Seguimos com a tendência de alta [de casos confirmados de covid-19] no interior do estado. Apesar disso, crescemos 11% na capacidade hospitalar", afirmou Marco Vinholi. Segundo o secretário, foram 259 respiradores distribuídos no estado nessa semana. Receberam o equipamento, segundo ele, as cidades de Bauru, Marília, Ribeirão Preto, Sorocaba e São José dos Campos.

Últimas