Plataforma criada por alunos da USP combate 'fake news' sobre covid-19

Projeto usa dados e fontes confiáveis do meio científico para esclarecer uma série de dúvidas, que podem ser enviadas pelos próprios leitores

COVID Verificado foi criado por alunos de pós-graduação da USP

COVID Verificado foi criado por alunos de pós-graduação da USP

Reprodução

Um grupo de nove mestrandos e doutorandos do Departamento de Imunologia do ICB (Instituto de Ciências Biomédicas) da USP (Universidade de São Paulo) criou uma plataforma para combater a disseminação de 'fake news' durante a pandemia do novo coronavírus, a COVID Verificado. 

Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

Os estudantes de pós-graduação fazem a verificação de informações falsas que surgem como respostas às inúmeras dúvidas a respeito do vírus (chamado cientificamente de Sars-CoV 2) e da covid-19, que é a doença que ele provoca. 

Leia também: Profissionais de enfermagem são homenageados pelo Metrô de SP

A iniciativa tem como objetivo estabelecer uma ligação direta entre ciência e sociedade, diz Anna Cláudia Calvielli, uma das criadoras da plataforma. A equipe, que trabalha de forma voluntária, traduz informações de artigos científicos a uma linguagem que possa ser compreendida de forma clara pelo público.

Leia também: Sem hospital, Quatá (SP) depende de ambulância para tratar covid-19

Segundo Anna Cláudia, ainda há muita desinformação sobre a pandemia apesar dos esforços da mídia e das comunidades científicas no esclarecimento da população. As dúvidas podem ser enviadas pelos leitores por meio da plataforma. O plano é manter o serviço em funcionamento durante todo o período de pandemia e, futuramente, ampliá-lo para esclarecer dúvidas sobre outros assuntos.