São Paulo PM apreende R$ 1,2 milhão em dinheiro em rodovia de São Paulo

PM apreende R$ 1,2 milhão em dinheiro em rodovia de São Paulo

Dinheiro foi encontrado em 24 sacos pretos, divididos em notas de R$ 50 e R$100 escondidos embaixo de um sofá cama na cabine de um caminhão

PM apreende R$ 1,2 milhões em dinheiro em rodovia de São Paulo

Dinheiro foi apreendido na rodovia Castelo Branco, na altura de Porangaba (SP)

Dinheiro foi apreendido na rodovia Castelo Branco, na altura de Porangaba (SP)

Reprodução

Equipes da Polícia Militar Rodoviária apreendeu mais de R$1,2 milhão de reais em espécie na rodovia Castelo Branco, na altura da cidade de Porangaba, distante 175 km da capital paulista, durante uma ação de combate ao tráfico de drogas na rodovia.

Leia também: Justiça ordena apreensão de garoto suspeito de matar Raíssa em SP

Segundo a PM, os policiais deram ordem de parada para um caminhão com placas do Paraná. Durante a abordagem, o homem demonstrou nervosismo o que teria chamado a atenção dos PMs, que decidiram fazer uma vistoria detalhada no veículo.

O dinheiro foi encontrado embalado em 24 sacos pretos, divididos em notas de R$ 50 e R$100 escondidos embaixo de um sofá cama na cabine do caminhão.

Leia mais: Dois empresários são presos acusados de vender joias roubadas

Ao ser questionado sobre o dinheiro, o homem afirmou que sabia que transportava o dinheiro, mas que não sabia qual era a quantia. Ele teria dito ainda que o dinheiro foi colocado no caminhão por uma pessoa desconhecida, após entregar uma carga de cigarros contrabandeados em Araçariguama, no interior de SP.

Os policiais fizeram a contagem do dinheiro e encmainharam o caso para a Delegacia de Polícia Federal, onde o caso foi registrado como crime de lavagem de dinheiro.

O homem apreendido foi liberado após prestar depoimento. O caminhão, seu telefone celular e o dinheiro ficaram retidos até que seja concluída a investigação.

Caminhão onde estava o dinheiro também foi apreendido

Caminhão onde estava o dinheiro também foi apreendido

Reprodução