São Paulo PM de folga percebe assalto, reage e mata suspeito em Guarulhos (SP)

PM de folga percebe assalto, reage e mata suspeito em Guarulhos (SP)

Três homens em duas motos emparelharam com veículo da vítima, quando o agente de segurança notou o crime e disparou

  • São Paulo | Letícia Assis, da Agência Record, e Thiago Gardinali, da Record TV

PM reage a tentativa de assalto e atinge suspeito

PM reage a tentativa de assalto e atinge suspeito

Reprodução/Record TV

Um PM (Policial Militar) de folga reagiu a uma tentativa de assalto depois que três homens em duas motos abordaram um motociclista, disparou e matou um dos suspeitos em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, na noite deste sábado (18).

O crime aconteceu na avenida João Simão de Castros, na alça de acesso para a rodovia Fernão Dias, próximo ao Rio Cabuçu de Cima, limite entre o município de Guarulhos e a zona norte da capital paulista.

Os três suspeitos emparelharam com o veículo da vítima e o obrigaram a parar. Com a abordagem, um criminoso desceu na via para roubar a moto de alta cilindrada enquanto os outros dois permaneceram nos veículos.

Ao perceber a aproximação da vítima, um PM à paisana que retornava do trabalho, reagiu e atirou contra os suspeitos.

O assaltante que havia descido da moto ainda tentou correr, mas foi atingido e caiu na via. O resgate chegou a ser acionado, mas o homem baleado não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Suspeitos queriam roubar moto de alta cilindrada

Suspeitos queriam roubar moto de alta cilindrada

Reprodução/Record TV

Os dois comparsas envolvidos na abordagem conseguiram fugir em suas motos. Depois, a polícia descobriu que a arma utilizada pelo suspeito era falsa.

As equipes da 5ª Companhia do 15° Batalhão de Polícia informaram que foram acionadas para prestar apoio na ocorrência, mas se negaram a passar detalhes.

O caso foi registrado no 1° Distrito Policial de Guarulhos, que afirmou que o policial prestou depoimento e foi liberado em seguida. Os outros dois envolvidos no crime permanecem foragidos.

Últimas