São Paulo PM de SP anuncia campanha de vacinação nos quartéis do estado

PM de SP anuncia campanha de vacinação nos quartéis do estado

Imunização será realizada entre 5 e 12 de abril, mas somente aos PMs da ativa. Familiares ou aposentados não serão atendidos

  • São Paulo | Cesar Sacheto, do R7

PM paulista anuncia cronograma de vacinação da tropa contra a covid-19

PM paulista anuncia cronograma de vacinação da tropa contra a covid-19

Divulgação/PMESP

A Polícia Militar de São Paulo anunciou, nesta terça-feira (30), a data de início da campanha para a vacinação contra a covid-19 em profissionais das forças de segurança nos quartéis em todo o estado.

Segundo o cronograma, a imunização será realizada entre os dias 5 e 12 de abril, mas as doses serão destinadas somente aos policiais militares da ativa. Familiares, aposentados ou outras pessoas que não atendam esta condição não serão incluídos no programa.

O tenente Alexandre Guedes, porta-voz da Polícia Militar paulista, reforçou a importância da imunização da tropa em face da exposição e iminente risco ao contágio.

"É uma necessidade para todos policiais uma vez que preservam a ordem pública, combatem o crime e auxiliam à população nas medidas de enfrentamento da pandemia. A natureza do trabalho policial militar é de proximidade e contato com a população. É 'olho no olho', o que aumenta a exposição. Vai desde uma orientação, a realização de um parto, condução na viatura, resgate de um acidentado e ocorrências complexas, como aquelas que envolvem reféns", declarou.

Pré-cadastro

O comunicado emitido pela corporação informa que o profissional deverá fazer o pré-cadastro no site da PM (www.vacinaja.sp.gov.br). Em seguida, os policiais deverão verificar junto ao comando local as informações sobre o agendamento, como data, turno e período.

Toda a estrutura física da PM será utilizada também para a imunização de integrantes das outras forças de segurança presentes no estado de São Paulo, como: policiais civis, policiais federais, policiais rodoviários federais e guardas civis municipais.

Nos postos de vacinação, os agentes terão que apresentar a identidade funcional e seguir as orientações repassadas pelos superiores. Também será exigido a observação das medidas sanitárias, como o uso de máscaras, álcool em gel, distanciamento social e proibição de aglomerações.

Segundo o comando da PM, os locais de imunização foram adaptados para realização da vacinação, priorizando ambientes amplos e arejados.

Divulgação/Polícia Militar do Estado de São Paulo

Últimas