São Paulo PM desmantela tribunal do crime e prende oito pessoas em SP

PM desmantela tribunal do crime e prende oito pessoas em SP

Seis detidos planejavam executar homem suspeito de estuprar criança e outros dois foram presos por receptação

  • São Paulo | Laura Augusta, da Record TV

Carga apreendida em casa de suspeita

Carga apreendida em casa de suspeita

Divulgação/Polícia Militar

A Polícia Militar prendeu seis pessoas por supostamente planejar a execução de um suspeito de estupro e outras duas pessoas foram presas por receptação, na manhã desta quinta-feira, na zona leste de São Paulo.

De acordo com com informações da Record TV, o cunhado do homem acusado de estuprar a própria enteada, de 12 anos, o denunciou para um grupo suspeito de integrar a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

O suspeito de estupro de vulnerável mora em uma casa com o cunhado, a namorada, que é mãe da menina, e a criança de 12 anos. De acordo com as apurações iniciais, o suspeito de estupro teria passado a mão pelo corpo da vítima.

Nesta quinta-feira, o homem foi levado até um local, cujo endereço não foi divulgado, onde estava sendo debatido qual punição ele receberia pelo crime. A Polícia Militar encontrou o imóvel e o resgatou sem ferimentos.

A polícia descobriu ainda que a mãe da menina e o cunhado fazem parte de um esquema de roubo e receptação de carga. A mulher receberia R$ 200,00 por guardar mercadorias roubados. 

Na casa, foram encontrados diversos pacotes que foram roubados de uma agência dos Correios.

Todos os envolvidos na ocorrência, incluindo a criança, foram levados até o 67º DP (Jardim Robru), onde o caso foi registrado. Até a publicação desta reportagem, não havia confimação se o homem acusado de estupro também será preso.

Últimas