Coronavírus

São Paulo PM fecha balada com mais de 200 pessoas na zona sul de São Paulo

PM fecha balada com mais de 200 pessoas na zona sul de São Paulo

Pessoas dançavam ao redor de uma piscina, sem utilização de máscara de proteção e desrespeitando o distanciamento social

  • São Paulo | Edilson Muniz, da Agência Record

Mais de 200 pessoas dançavam ao redor de uma piscina em uma balada clandestina

Mais de 200 pessoas dançavam ao redor de uma piscina em uma balada clandestina

Divulgação Polícia Militar

A Polícia Militar fechou uma balada clandestina durante a madrugada deste domingo (20) na região da Vila Mariana, zona sul de São Paulo. A festa ocorria pouco depois do anúncio de o Brasil ter atingido a marca de mais de 500 mil mortes em decorrência da covid-19.

Por volta da 1h30, o Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM) transmitiu uma ocorrência aos agentes de perturbação do sossego em um local conhecido como Aqua Hostel Eventos.

Ele fica localizado na Rua Sud Menucci, altura do número 320, no bairro da Vila Mariana, zona sul de São Paulo. Os agentes, então, foram até o hostel para averiguar.

Chegando no local, os policiais militares encontraram cerca de 200 pessoas ao redor de uma piscina, dançando sem utilização de máscara de proteção e desrespeitando a orientação de distanciamento social para conter o avanço da pandemia de Covid-19. 

Os policiais também encontraram uma grande quantidade de bebidas alcoólicas e diversos e vários locais destinados para o consumo de narguilé. Os frequentadores foram conduzidos para fora do hostel.

Dois responsáveis pelo evento foram encaminhados para a delegacia, juntamente com outros cinco funcionários e nove clientes. Eles foram indiciados por Violação de Norma Sanitária e Perturbação do Sossego. O local foi lacrado e a ocorrência registrada no 27° DP do Campo Belo.

Últimas