São Paulo PM liberta caminhoneiros reféns de sequestro e prende três em SP

PM liberta caminhoneiros reféns de sequestro e prende três em SP

Vítimas foram levadas para cativeiro em comunidade de Suzano, enquanto suspeitos negociavam a venda dos veículos 

  • São Paulo | Edilson Muniz, da Agência Record

PM prende três e liberta caminhoneiros reféns em sequestro na Grande São Paulo

PM prende três e liberta caminhoneiros reféns em sequestro na Grande São Paulo

Reprodução / Record TV

Dois suspeitos foram presos em Suzano, na Grande São Paulo, e outro no interior paulista e três vítimas de sequestro foram libertadas na comunidade Portela, em Suzano, por volta das 22h desta terça-feira (9).

De acordo com a Polícia Militar, um caminhoneiro trafegava por Suzano quando foi abordado por homens que roubaram o caminhão e fizeram o motorista refém.

A vítima foi levada até um cativeiro, entre os municípios de Itaquaquecetuba e Suzano, enquanto os suspeitos negociavam a venda do veículo. 

Após ser liberado, ele entrou em contato via 190 com a Polícia Militar e informou que conhecia a região onde ficou sob o poder dos sequestradores e disse que outros dois motoristas eram reféns no local.

Os policiais militares de Itaquaquecetuba montaram uma operação para ir até a comunidade em Suzano e surpreender os suspeitos e libertar as outras vítimas.

Os agentes do 35° Batalhão de Polícia Militar foram ao local e se dividiram para realizar buscas pelas ruas e vielas da comunidade. Eles chegaram até um barraco usado como cativeiro e conseguiram deter um dos homens. O segundo suspeito tentou fugir, mas foi preso na parte de trás da casa.

Os dois caminhoneiros reféns estavam sentados em um sofá, sem ferimentos. Eles contaram que tinham sido sequestrados nas mesmas circunstâncias do outro motorista. Ainda segundo a polícia, cada um dos homens receberia R$ 1 mil por vítima no cativeiro.

Os policiais informaram a placa do veículo e descobriram que um dos caminhões roubados estava em Santa Cruz do Rio Pardo, no interior do estado. Ele foi interceptado e o motorista foi detido. O suspeito afirmou que receberia R$ 5 mil pelo serviço.

A Polícia Civil vai investigar o crime para tentar localizar outros integrantes do grupo especializado em roubo de caminhões. A ocorrência foi apresentada na delegacia de Suzano.

Últimas