São Paulo PM que colocou arma no rosto de colega no centro de SP é preso

PM que colocou arma no rosto de colega no centro de SP é preso

Comando da PM classifica briga entre policiais como "gravíssima e repulsiva" e diz que  "viola frontalmente os valores fundamentais da Instituição"

Policial militar aponta arma para colega no Centro de São Paulo

Policial militar aponta arma para colega no Centro de São Paulo

Arquivo pessoal

O policial militar que foi gravado ameaçando o próprio colega de corporação empunhando uma arma em seu rosto na região da Santa Ifigênia, no centro de São Paulo, foi preso em flagrante pelo crime de ameaça e violência contra superior, qualificada pelo uso de arma. Ele será conduzido ao Presídio Militar Romão Gomes.

A região, conhecida pelo comércio popular de eletrônicos, estava lotada nesta manhã quando os dois agentes começaram um discussão na esquina da rua Santa Efigênia com a rua Timbiras.

Nas imagens, o policial aparece com a arma já sacada, apontada para o rosto do colega, enquanto a dupla discute.  Durante toda a discussão ele continua com arma apontada.

Populares, que filmavam a briga, gritam para que os agentes tenham cuidado já que as ruas estão cheias. Depois de alguns segundos, o policial ameaçado reage e tenta pegar a arma do agressor, mas não consegue. 

Em nota, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) classificou a ocorrência como "gravíssima e repulsiva". "A atitude viola frontalmente os valores fundamentais da Instituição, especialmente a disciplina, a hierarquia, o profissionalismo, a honra e a dignidade humana, exigindo assim punições severas, na medida de sua gravidade", completou o órgão.

Por se tratar de um crime militar, a ocorrência será investigada em sede de polícia judiciária militar. 

Últimas