São Paulo PMs são afastados após asfixiarem jovem em Carapicuíba (SP) 

PMs são afastados após asfixiarem jovem em Carapicuíba (SP) 

Após onda de ataques e assassinatos, todos os policiais do estado de São Paulo passarão por 'retreinamento' para diminuir abordagens violentas 

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Policial apoia joelho no peito de rapaz, que desmaia logo em seguida

Policial apoia joelho no peito de rapaz, que desmaia logo em seguida

Reprodução/Arquivo pessoal

Os policias flagrados asfixiando um jovem durante a tarde do último domingo (21) em Carapicuíba, na Grande São Paulo, foram afastados da função para investigação da Polícia Militar, que apura a atitude dos agentes na ocorrência. Nas imagens, o jovem de 19 anos desmaia depois que um policial o imobiliza apoiando o joelho esquerdo no peito do rapaz. 

Leia também: Após agressões e assassinatos, polícia de SP fará 'retreinamento'

Moradores filmaram o momento exato das agressões. Segundo eles, os policiais, ao perceberem que estavam sendo gravados, fizeram ameaças dizendo que os matariam. O jovem agredido fará, nesta segunda-feira (22), exame de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal) de Osasco.

As imagens de Carapicuíba mostram ainda um rapaz de regata verde que acompanha a abordagem e mexe no celular. O policial imediatamente manda que ele desligue o aparelho e ordena que coloque as mãos para trás.

Poucos minutos depois, chega uma viatura policial e as imagens mostram o jovem, que foi imobilizado, na sarjeta já desfalecido. É possível ouvir um policial dizer: "Aqui é polícia meu, tá achando que é brincadeira aqui meu".

Leia mais: Em São Paulo, PM mata um negro por dia e protestos são frequentes

A vítima contou à Record TV que estava com um amigo, em uma moto, quando os policiais o abordaram. Ele não tinha habilitação para dirigir. Segundo o rapaz, o PM achou que ele fosse fugir e já o imobilizou. Ele ressaltou que a todo momento dizia que não era bandido ou criminoso.

Após desmaiar, o jovem foi colocado em uma viatura policial e socorrido. Ele se recuperou e passa bem. De acordo com a Polícia Militar, a moto utilizada pelos jovens era roubada, o que teria motivado a abordagem policial.

Em nota, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) informou que "os policiais envolvidos na ocorrência foram ouvidos na noite de ontem e o comando da unidade abriu uma sindicância para apurar todas as circunstâncias do caso. Por precaução, os policiais foram afastados para funções administrativas e as imagens citadas são analisadas pela instituição.

SP anuncia 'retreinamento' de PMs

Contra violência policial

O governador de São Paulo, João Doria, afirmou nesta segunda-feira (22) que agentes de segurança do estado passarão por um programa de retreinamento no mês de julho. A medida, divulgada durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, vem após uma série de episódios envolvendo policiais militares suspeitos de agressões e assassinatos.

"Não há nenhuma condescendência com violência policial, sob qualquer justificativa. São Paulo tem 85 mil policiais militares e 20 mil policiais civis. É incompatível com uma polícia bem preparada que uma minoria que representa menos de 1% possa comprometer 99% de uma polícia séria preparada para proteger as pessoas e o patrimônio das pessoas", afirmou Doria.

"Orientei, na manhã desta segunda-feira, o general João Campos, que está se recuperando da covid-19 em sua casa, para implementar no mês de julho um programa de retreinamento, o Retreinar, para atender tenentes, coronéis, majores, capitães e sargentos da Polícia Militar", destacou o governador.

Últimas