Polícia afasta 12 PMs investigados por morte de jovem ambulante

David Nascimento dos Santos, 23 anos, morreu após abordagem de policiais. Imagens de câmera de segurança desmentem verão dada pela PM

Jovem morto após abordagem da PM

Jovem morto após abordagem da PM

Reprodução Arquivo Pessoal

A Polícia Militar afastou 12 policiais investigados após a morte de David Nascimento dos Santos, 23 anos. A Corregedoria da Polícia informou que apura todas as circunstâncias relacionadas à ocorrência por meio de inquérito policial militar. A ocorrência também é investigada pelo 93º Distrito Policial, responsável pela área.

Leia mais: Familiares protestam por morte de jovem após abordagem da PM em SP

Imagens de câmeras de segurança mostram o jovem abordado por PMs e colocado numa viatura do 5° Baep (Batalhão de Operações Especiais) na noite de sexta-feira (24), na Favela do Areião, no Jaguaré, zona oeste da cidade de São Paulo. Segundo policiais militares, David morreu durante uma troca de tiros. As imagens, porém, desmentem a versão da policia. 

"Injustiça, não tem o que dizer, ele trabalhava, foi injustiça", afirmou Cilene Geraldina dos Santos, a mãe de David. "Levaram ele, com certeza para executar." Segundo ela, o jovem havia saído de casa para buscar um lanche quando foi abordado pela polícia e apareceu morto uma hora depois. Ela questiona também a roupa que David usava quando foi encontrado. 

De acordo com a mãe, não é a roupa que ele saiu de casa. "Meu filho sumiu de bermuda e chinelo. Quando mataram, eles trocaram a roupa. Foi a polícia que trocou a roupa." A perícia foi acionada para verificar se era mesmo o jovem. Segundo familiares, ele não tinha envolvimento com crime, ganhava a vida como vendedor ambulante e não sabia que seria pai. "Acabaram com os sonhos do meu menino."

O caso

Segundo um amigo da vítima, pouco tempo depois da abordagem o rapaz foi encontrado, em uma comunidade chamada Fazendinha, morto com sinais de espancamento e marcas de tiro na cabeça e no peito. De acordo com familiares, David havia saído de casa para buscar um lanche, que havia pedido.

O amigo do jovem afirma ainda que corpo de David estava vestido com calça e tênis, mas no vídeo do que seria a abordagem ao rapaz, ele está usando bermuda e chinelo. De acordo ele a troca ocorreu para tentarem relacionar David a uma outra ocorrência da qual ele não participou.

Por volta das 16h30 do sábado (25), familiares e amigos de David realizaram uma manifestação na rua Andries Both, próximo à Marginal Pinheiros, no Jaguaré, zona oeste de São Paulo. O corpo de David foi enterrado na manhã deste sábado (25), no Cemitério Municipal de Osasco.