Coronavírus

São Paulo Polícia Civil fecha festa clandestina em casa noturna de Carapicuíba

Polícia Civil fecha festa clandestina em casa noturna de Carapicuíba

Após denúncia anônima, policiais flagraram cerca de 150 pessoas no local, que não respeitava restrições durante fase emergencial

  • São Paulo | Isabelle Gandolphi, da Agência Record

Polícia Civil fechou festa clandestina com 150 pessoas em Carapicuíba, na Grande SP

Polícia Civil fechou festa clandestina com 150 pessoas em Carapicuíba, na Grande SP

Reprodução / Record TV

A Polícia Civil fechou uma festa clandestina que ocorria em uma casa noturna em Carapicuíba, na região metropolitana de São Paulo, na madrugada desta sexta-feira (19). Cerca de 150 pessoas estavam no local. O evento ocorria no Supreme Beer Lounge, localizado na avenida Inocêncio Seráfico, no centro do município.

Segundo informações da Record TV, uma denúncia anônima levou até o local os agentes do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos) do Dope (Departamento de Operações Policiais Estratégicas).

Quando as equipes chegaram, encontraram cerca de 150 pessoas participando da festa, inclusive mulheres grávidas. As pessoas não utilizavam máscaras, nem realizavam o distanciamento social. Os frequentadores ainda consumiam bebidas alcoólicas e fumavam narguilé. O ambiente era fechado e com pouca ventilação.

Funcionários e alguns participantes, que estavam sem documento de identificação, foram encaminhados à delegacia para prestar esclarecimentos.

O evento acontecia em meio ao novo pico da pandemia de covid-19 no país e durante a fase emergencial do Plano São Paulo, que visa coibir a disseminação do vírus e aglomerações, limitando o funcionamento de estabelecimentos apenas a serviços essenciais.

O caso foi apresentado no 1° Distrito Policial de Carapicuíba, onde os envolvidos assinaram um termo circunstanciado e foram liberados.

Últimas