Polícia confirma identidades de dez mortos em massacre de Suzano (SP)

Secretaria de Segurança Pública do Estado afirmou que são cinco alunos, duas funcionárias do colégio e um comerciante, além dos dois autores do crime

Mulher chora em rua próxima à escola estadual Professor Raul Brasil

Mulher chora em rua próxima à escola estadual Professor Raul Brasil

Werther Santana/Estadão Conteúdo

O secretário da Segurança Pública do Estado de São Paulo, João Camilo Pires de Campos, confirmou o nome das dez vítimas fatais do massacre na escola estadual Professor Raul Brasil

São cinco alunos do colégio, duas funcionárias e o tio de um dos dois autores do crime, que completam a lista.

Veja também: Bullying era frequente nessa escola, diz ex-professor

Os dois jovens são Guilherme Taucci Monteiro e Luiz Henrique de Castro. O tio de Guilherme e dono de uma locadora próxima à escola é Jorge Antônio de Moraes.

Os alunos são Caio Oliveira, Kaio Lucas da Costa Limeira, Samuel Melquíades Silva de Oliveira, Claiton Antonio Ribeiro e Douglas Murilo Celestino. Marilena Ferreira Vieira Umezu, coordenadora do colégio, e Eliana Regina de Oliveira Xavier, funcionária, também faleceram.

Vídeo: Policial se aproxima da escola em Suzano durante fuga de alunos

A lista de feridos é composta por nove pessoas: Leticia Melo Nunes, Samuel Silva Felix, Beatriz Gonçalves, Anderson Carrilho de Brito, Murilo Gomes de Louro Benite, Jennifer Silva Cavalcanti, Leonardo Vinicius Santana, Adna Bezerra e Guilherme Ramos.