São Paulo Polícia de SP indicia homem que incendiou carro de ex por vingança 

Polícia de SP indicia homem que incendiou carro de ex por vingança 

Ele prestou depoimento à polícia nesta sexta-feira (21) no Hospital Vila Alpina, onde está internado após sofrer queimaduras durante o crime

  • São Paulo | Letícia Assis, da Agência Record

Homem furtou e incendiou o carro da ex-namorada, com quem tinha um filho

Homem furtou e incendiou o carro da ex-namorada, com quem tinha um filho

Reprodução / Instagram

A Polícia Civil de São Paulo indiciou Flávio Petito Júnior, de 21 anos, o homem acusado de incendiar o carro da ex-namorada, Carolina Torresan Ida, por não aceitar o final do relacionamento. Ele prestou depoimento à polícia nesta sexta-feira (21) no Hospital Vila Alpina, onde o homem está internado após sofrer queimaduras durante o crime.

Leia mais: Jovem divulga troca de mensagens com ex após ter carro incendiado

Flávio Petito Júnior foi preso em flagrante, na manhã da última segunda-feira (17). Supostas mensagens entre o casal, divulgadas por Carolina nas redes sociais, mostraram que o homem ficou revoltado depois da mulher ter ido à praia sozinha. AInda de acordo com Carolina, Flávio a ameaçava há seis meses, depois que o relacionamento foi encerrado. 

O caso segue em investigação pelo 18° DP (Alto da Mooca).

O caso

Um homem foi preso na manhã desta segunda-feira (17) por fazer ameaças a ex-namorada, furtar e incendiar o carro da vítima. Carolina Torezan, de 21 anos, já registrou vários boletins de ocorrência contra o suspeito e já tem uma medida protetiva. O crime teria sido cometido porque ele não aceita o fim do relacionamento. As informações são da Record TV.

Segundo Carolina, os dois estão separados há seis meses e têm um filho juntos. Ainda assim, o homem já invadiu duas vezes o condomínio onde a jovem mora: "Na primeira vez, ele entrou no apartamento e me arrastou pelos cabelos com meu filho de 1 ano no colo chorando e eu pedindo socorro", lembra a vítima.

Desta vez, ela estava num restaurante da zona leste de São Paulo com as amigas, depois de voltar de viagem do litoral, quando começou a receber mensagens do ex. Nas câmeras de segurança do estabelecimento, é possível ver quando o homem, mexendo no celular, procura pela mesa da vítima. Ao encontrar, ele desce e furta a chave do carro dela, deixada com o manobrista.

"Eu acessei o rastreador e vi que meu carro não estava lá. Descobri que ele foi em um posto da Mooca e depois o carro parou no Juventus", conta a vítima.

Em outra gravação, ela passa de carro no local e se desespera ao ver o veículo em chamas. O carro será ressarcido pelo restaurante.

A jovem fez outro boletim de ocorrência e mostrou que o suspeito já ameaçava incendiar o carro, até mostrou uma foto de um galão de combustível, o que indica que o crime foi premeditado.

Mesmo foragido, o suspeito enviou ameaças à vítima. Agora ele presta esclarecimentos à polícia, que deve solicitar o aparelho de celular de Carolina.

Últimas