São Paulo Polícia de SP prende 3 por apologia a ataque em creche de Saudades

Polícia de SP prende 3 por apologia a ataque em creche de Saudades

Operação desta quinta-feira (10) foi desencadeada a partir de investigação dos EUA repassada às autoridades brasileiras

  • São Paulo | Do R7, com informações da Agência Record

Operação foi deflagrada por policiais do DHPP na capital e cidades da Grande SP

Operação foi deflagrada por policiais do DHPP na capital e cidades da Grande SP

Reprodução/Google Maps

Três pessoas foram detidas em uma operação deflagrada pela Polícia Civil de São Paulo, nesta quinta-feira (10), por suspeita de apologia ao ataque ocorrido em uma escola infantil no município de Saudades, no oeste de Santa Catarina, ocorrido no início de maio, que culminou na morte de duas professoras e três bebês.

Os mandados de buscas e apreensão foram cumpridos em diversos endereços na capital paulista e em Guarulhos e Jandira, na Grande São Paulo, em ação conduzida pela Divisão de Proteção à Pessoa do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa). Dos cinco alvos da ação, três foram detidos.

Os três suspeitos foram levados para averiguação na sede da Polícia Civil de São Paulo, na região central da cidade. Aparelhos eletrônicos como computadores, celulares e notebooks foram apreendidos para dar seguimento às investigações.

A operação foi desencadeada a partir de uma investigação da Agência de Investigações de Segurança Interna dos EUA (Homeland Security Investigations ou HSI)*, que repassou o caso para as autoridades no Brasil.

A investigação começou com o rastreio de postagens nas redes sociais enaltecendo o ataque que ocorreu em uma escola infantil de Saudades, em Santa Catarina, no mês passado. Três crianças e duas funcionárias morreram.

Segundo o delegado Fábio Pinheiro, diretor do DHPP, também foram localizadas conversas e publicações suspeitas nas redes sociais dos envolvidos. Em uma das mensagens, inclusive, um deles diz ainda não ter realizado um ataque por conta da pandemia. O delegado também relata que os três têm um perfil introvertido.

Ainda de acordo com o delegado, foi feito o pedido de prisão temporária dos trio por associação criminosa.

*A informação inicial era de que as informações haviam sido passadas pelo FBI, mas foi corrigida às 16h40 de 11 de junho.

Últimas