Coronavírus

São Paulo Polícia encerra duas festas clandestinas na zona sul de SP

Polícia encerra duas festas clandestinas na zona sul de SP

Responsáveis foram multados por técnicos do Procon e da Vigilância Sanitária. Outros bares da rua dispensaram clientes

  • São Paulo | Mariana Rosetti, da Agência Record

Festa ocorreu fora do horário permitido, com show e aglomeração de pessoas sem máscaras

Festa ocorreu fora do horário permitido, com show e aglomeração de pessoas sem máscaras

Divulgação Polícia Civil

A força-tarefa da Polícia Civil encerrou duas festas clandestinas na mesma avenida do Sacomã, zona sul de São Paulo, na madrugada deste sábado (10). As aglomerações ocorreram em meio a pandemia do novo coronavírus, que já matou 531.688 pessoas no Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde, divultados na última sexta (9).

Os alvos do Comitê de Blitze, do governo do Estado e da Prefeitura de São Paulo, foram a "Tabacaria Brothers" e o "Mistura Show", ambos na Avenida do Cursino, números 3067 e 3751, respectivamente.

A primeira ação aconteceu na "Mistura Show", após uma denúncia de casa noturna em funcionamento fora do horário permitido pelas autoridades. Quando as equipes chegaram no endereço, a festa havia começado há pouco tempo, sendo que 30 pessoas aguardavam a atração principal: show, com música ao vivo.

Cerca de 500 metros depois estava a "Tabacaria Brothers", que funcionava como uma barbearia de dia e, à noite, promovia festas com álcool e narguilés. No local, 34 pessoas, todas jovens, se aglomeravam em um pequeno espaço. Três delas estavam sem máscaras de proteção contra a covid-19. Nas duas festas, os responsáveis foram multados por técnicos do Procon e da Vigilância Sanitária.

Segundo o Delegado Eduardo Brotero, do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope), a "vigilância sanitária constatou irregularidades administrativas, como uso de fumígenos em local fechado, falta de máscara, medidas sanitárias e, principalmente, estabelecimentos funcionando após às 23 horas".

Outros bares localizados na mesma rua, ao perceberam a chegada da Polícia Civil, dispensaram os clientes e muitos foram beber na calçada. As duas ações acontecem na primeira noite das novas regras para o funcionamento de bares e restaurantes no Estado de São Paulo. A restrição, que antes começava às 21h, agora vai das 23h às 5h.

Últimas