Coronavírus

São Paulo Polícia encerra pagode com mais de 150 pessoas na zona norte de SP

Polícia encerra pagode com mais de 150 pessoas na zona norte de SP

Aglomeração foi flagrada na Vila Guilherme. Grupo se apresentava para os frequentadores que estavam sem máscara na pandemia

  • São Paulo | Rafael Custódio, da Agência Record

Pagode reuniu 157 pessoas em evento na zona norte

Pagode reuniu 157 pessoas em evento na zona norte

Divulgação / Polícia Civil de SP

Mais de 150 pessoas foram flagradas em uma festa, na Vila Guilherme, zona norte de São Paulo, na noite deste domingo (13). Três pessoas foram autuadas em flagrante.

A aglomeração acontecia no Espaço Cultural Connect, na rua Amazonas da Silva, e foi alvo de ação da força-tarefa que fiscaliza eventos ilegais, composta pela Polícia Civil, Vigilância Sanitária e o Procon.

Nos fundos do local, um grupo de samba fazia uma apresentação, quando os agentes do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos) chegaram.

De acordo com o Plano São Paulo de contenção da covid-19, bares e restaurantes não podem funcionar após as 21h e aglomerações estão proibidas.

Em um vídeo, feito pelos policiais civis, é possível ver pessoas aglomeradas, acompanhando a apresentação do grupo de samba, consumindo bebidas alcoólicas e sem máscara. A maior parte dos 157 frequentadores era composta por jovens.

Os participantes foram qualificados e a maioria liberada para evitar aglomeração. No local, foram apreendidos equipamentos de som e três máquinas de cartão.

Três pessoas, incluindo a organizadora da festa, foram levadas aoDPPC (Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania), onde foram autuadas por infração de medida sanitária preventiva por meio de um termo circunstanciado. O caso foi encaminhado ao Jecrim (Juizado Especial Criminal).

Últimas