São Paulo Polícia fecha festa clandestina com 140 pessoas na zona norte de SP

Polícia fecha festa clandestina com 140 pessoas na zona norte de SP

No imóvel, foram apreendidos equipamentos de som, máquinas de cartões e um veículo com caixas amplificadoras no porta malas

  • São Paulo | Rodrigo Balbino, da Agência Record

Polícia apreendeu veículos com caixas amplificadoras de som no porta-malas

Polícia apreendeu veículos com caixas amplificadoras de som no porta-malas

Divulgação Polícia Civil

A Polícia Civil encerrou, na madrugada deste domingo (18), mais uma festa clandestina na zona norte de São Paulo com mais de 140 pessoas aglomeradas mesmo durante a fase de transição do plano de flexibilização, que ainda impõe medidas de restrição a esses estabelecimentos.

O evento era realizado em um galpão abandonado, ao lado da Rodovia Presidente Dutra, na Vila Maria. Um local sem estrutura nenhuma para garantir distanciamento social das 144 pessoas, sendo elas 63 mulheres e 81 homens, que estavam no local na hora da chegada das equipes.

Imagens divulgadas pela Polícia Civil mostram o ambiente lotado e os frequentadores sem máscaras faciais para ajudar a impedir a transmissão do novo Coronavírus. As autoridades flagraram muita bebida alcoólica no local e uso coletivo ne narguilés.

Além da presença da Polícia Civil, a operação contou com integrantes da Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, Vigilância Sanitária e Procon. Um dos frequentadores do estabelecimento tentou reagir à presença das equipes e acabou sendo detido.

A polícia apreendeu no imóvel, equipamentos de som, máquinas de cartões e um veículo com sistema de som com caixas amplificadoras em seu porta malas.

O galpão improvisado foi interditado e será multado. De acordo com o Procon, a multa pode chegar a 400 mil reais. O caso deve ser registrado no Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC).

Últimas