Coronavírus

São Paulo Polícia fecha tabacaria com mais de 600 jovens aglomerados em SP

Polícia fecha tabacaria com mais de 600 jovens aglomerados em SP

Estabelecimento foi lacrado e o proprietário será multado em cerca de R$ 2 milhões. No evento havia 308 pessoas sem máscara

  • São Paulo | Edilson Muniz, da Agência Record

Polícia fechou tabacaria com mais de 600 jovens aglomerados na zona norte de SP

Polícia fechou tabacaria com mais de 600 jovens aglomerados na zona norte de SP

Divulgação / Governo de SP

A polícia fechou uma tabacaria com 620 jovens aglomerados na zona norte de São Paulo durante operação na madrugada deste domingo (4). A casa foi multada em cerca de R$ 2 milhões.

A ação faz parte do Comitê de Blitz do governo de São Paulo e conta com o apoio do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos) do Dope (Departamento de Operações Especiais), além de profissionais da Vigilância Sanitária, Procon e Polícia Militar.

A tabacaria está localizada na avenida Cândido Portinari, altura do número 684, na Vila Jaguara e é conhecido como Up Hookah Bar.

No local estavam 620 pessoas, sendo 308 delas sem máscara. O advogado da casa chegou a discutir com o deputado Alexandre Frota, que acompanhava a operação, e foi detido pelos policiais juntamente com duas pessoas.

A tabacaria foi fechada e o proprietário será multado em cerca de R$ 2 milhões. A ocorrência foi encaminhada ao DPPC (Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania).

Comitê de Blitz

As equipes do Comitê de Blitz inspecionaram 14 estabelecimentos na noite deste sábado (3), nos bairros Paraisópolis, Vila Madalena, Barra Funda, Paraíso e Vila Jaguara.

Além da festa clandestina, dois estabelecimentos foram autuados por descumprimento de horário de funcionamento e aglomeração, sendo um no Paraíso e outro na Vila Madalena.

Qualquer pessoa pode denunciar festas clandestinas e o funcionamento irregular de serviços não essenciais pelo telefone 0800-771-3541, pelo site www.procon.sp.gov.br ou e-mail secretarias@cvs.saude.sp.gov.br.

Últimas