Novo Coronavírus

São Paulo Polícia flagra festa clandestina com 400 pessoas na zona sul de SP

Polícia flagra festa clandestina com 400 pessoas na zona sul de SP

Responsável pelo evento assinou termo circunstanciado por crime contra saúde pública e foi liberado. No local havia drogas e arma

  • São Paulo | Isabelle Gandolphi, da Agência Record

Polícia flagra festa clandestina com 400 pessoas na zona sul de SP e dispersa jovens

Polícia flagra festa clandestina com 400 pessoas na zona sul de SP e dispersa jovens

Divulgação / Governo de SP

A Polícia Civil dispersou uma festa clandestina com mais de 400 pessoas em uma casa noturna da zona sul de São Paulo na madrugada deste sábado (13) em meio à fase vermelha para tentar conter a propagação do novo coronavírus.

Avalon Lounge, localizada na Estrada de Itapecerica, na Vila das Belezas, foi o alvo dos agentes do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos) do DOPE (Departamento de Operações Policiais Estratégicas). Também participou da ação o diretor do Procon-SP.

O ambiente era fechado, com pouca ventilação e estava lotado de jovens sem máscaras. Segundo informações da Record TV, a festa tinha bebida alcoólica a vontade e a polícia suspeita que menores também estavam no evento.

A casa noturna foi esvaziada e os participantes levados para o lado de fora. A polícia contabilizou mais de 400 pessoas na festa.

Os agentes procuravam pelos responsáveis pelo evento. Um machado foi utilizado para entrar em uma sala de acesso exclusivo aos funcionários, mas ninguém foi localizado.

O organizador da festa tentou se esconder em meio aos jovens, mas foi encontrado. A princípio ele negou a responsabilidade, mas depois confessou e acabou detido.

No caixa da casa noturna, a polícia localizou papelotes de cocaína, lança-perfume e uma arma falsa. O local não foi lacrado, mas deverá ser multado. Já o responsável assinou um termo circunstanciado por crime contra a saúde pública e foi liberado.

Últimas