São Paulo Polícia prende grupo que roubou e torturou casal de idosos em SP

Polícia prende grupo que roubou e torturou casal de idosos em SP

Vítimas, de cerca de 80 anos, relataram que foram torturadas com uma faca. Idosa foi levada a hospital com ferimento no rosto

  • São Paulo | Letícia Assis, da Agência Record

Assalto ocorreu no bairro Paulicéia, em São Bernardo

Assalto ocorreu no bairro Paulicéia, em São Bernardo

Reprodução/Google Street View

A polícia prendeu cinco homens pelo roubo a uma residência em São Bernardo do Campo, região da Grande ABC, região metropolitana de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (10).

A Polícia Militar recebeu um acionamento para roubo em curso no bairro Paulicéia, por volta das 07h57. As equipes da PM estavam em patrulhamento pela área em uma operação de rotina e, perto do local do crime, foram abordadas por um morador que informou que a residência de seus vizinhos estava sendo roubada por cerca de quatro homens.

Ao chegarem na casa informada, os policiais encontraram quatro suspeitos saindo da residência com diversas mochilas e entrando em um carro, onde havia um quinto integrante esperando pelo grupo.

Dada a ordem da parada, que foi desobedecida, os suspeitos tentaram fugir e foram alcançados na altura da avenida 31 de Março. Eles desceram do veículo e fugiram cada um para uma direção. Posteriormente, todos foram detidos.

Ao retornarem para o endereço do roubo, os policiais dentro da casa encontraram dois senhores de idade, um homem e uma mulher, com cerca de 80 anos, de origem japonesa.

Eles relataram que foram amarrados pelos criminosos e torturados com uma faca. A senhora, de identidade não revelada, sofreu um ferimento no rosto e foi encaminhada para o hospital da região.

Com a abordagem do grupo, foram recuperados cerca de 60 mil reais em moeda estrangeira, um cofre com joias e outros bens das vítimas.

A PM ainda afirmou que o caso será investigado para saber se os detidos fazem parte de uma quadrilha especializada em roubos a residências, que visa pessoas idosas.

O caso está sendo registrado no 5° Distrito Policial de São Bernardo do Campo.

Últimas