São Paulo Polícia prende suspeito de liderar ataques a bancos em SP

Polícia prende suspeito de liderar ataques a bancos em SP

Polícia ficou 15 dias de campana na frente de flat onde Carlos Wellington Marques de Jesus estava morando

Armamento usado em ataque de Botucatu (SP)

Armamento usado em ataque de Botucatu (SP)

Reprodução

A polícia de São Paulo prendeu esta sexta-feira (26) um suposto líder da quadrilha que realizou diversos assaltos em cidades do interior de São Paulo, atacando agências bancária e trocando tiro com policiais. O homem identificado como Carlos Wellington Marques de Jesus foi preso em uma academia na capital paulista.

De acordo com as investigações, ele estava morando em um flat em uma área nobre da cidade de São Paulo, e a polícia ficou 15 dias de campana no local até prendê-lo na ida à academia. Wellington é irmão gêmeo de Willian Marques de Jesus, que está preso desde outubro apontado de também ser líder da quadrilha de assaltos a bancos.

Segundo a polícia, para tentar seguir a vida normalmente, Wellington adotou documentos falsos, mas ele já estava no radas das autoridades pelo menos desde a prisão do irmão. Dentre os crimes que os irmãos são investigados, estão os assaltos cinematográficos nas cidades de Ourinhos, Araraquara, Bauru e Botucatu — todas do interior paulista.

Wellington estava foragido desde 2018 da penitenciária de Piauí, onde cumpria condenação de 35 anos por ter sequestrado um gerente de banco. Já o irmão dele, Willian, foi preso em outubro do ano passado após ataque em Botucatu.

Últimas