São Paulo Polícia prende suspeito de matar aposentado na frente da família

Polícia prende suspeito de matar aposentado na frente da família

José Alberto Fidalgo foi assassinado na frente da esposa e da neta durante assalto. Caso ocorreu em abril, em Taboão da Serra (SP)

  • São Paulo | Marcos Rosendo, da Agência Record

Câmera de segurança da rua registrou a ação dos assaltantes

Câmera de segurança da rua registrou a ação dos assaltantes

Reprodução/Record TV

A polícia prendeu nesta segunda-feira (22), no Jardim Morro Verde, na zona oeste de São Paulo, um suspeito de ter assassinado um advogado aposentado em Taboão da Serra, na região metropolitana, em abril deste ano.

A equipe da Força Tática do 16º Batalhão da Polícia Militar estava fazendo um patrulhamento quando abordou um homem, na rua Faustino da Silva, na noite desta segunda.

Os policiais verificaram os documentos do suspeito e descobriram que ele é foragido da Justiça e acusado de participar da morte do advogado José Alberto Mendes Fidalgo, de 67 anos, durante um assalto.

José Alberto foi morto a tiros, na frente de sua neta e da esposa, após quatro suspeitos roubarem sua casa, em 13 de abril. O intuito do grupo era assaltar a residência, mas um deles reagiu após o idoso se assustar com a ação dos suspeitos, atirando no peito e na cabeça do aposentado.

Ele foi socorrido e atendido no pronto-socorro da região, mas não resistiu aos ferimentos. Seu carro foi roubado e, horas depois, localizado. Até então, ninguém havia sido preso.

O homem detido nesta segunda foi levado para o 89º Distrito Policial, onde o caso foi registrado.

Últimas