São Paulo Polícia prende trio por sequestro e libera vítimas de cativeiro em SP

Polícia prende trio por sequestro e libera vítimas de cativeiro em SP

Suspeitos confessaram que mantinham quatro vítimas, todos caminhoneiros, em cativeiro na Comunidade do Portal, em Osasco

  • São Paulo | Laura Lourenço, da Agência Record

Vítimas foram encontradas na comunidade do Portal, na madrugada desta quarta

Vítimas foram encontradas na comunidade do Portal, na madrugada desta quarta

Reprodução/Google Street View

A Polícia Militar prendeu três suspeitos e libertou quatro vítimas de um cativeiro na comunidade do Portal, no bairro Bonança, em Osasco, na Grande São Paulo, na madrugada desta quarta-feira (15).

Segundo informações do 14° Batalhão de Polícia Militar, as equipes estavam em patrulhamento por volta das 04h pela rua Renato Marchionno, bairro Baronesa, quando visualizaram três homens em um Chevrolet Cobalt em alta velocidade.

O trio tentou fugir das viaturas, porém foi abordado no final da rua.

Durante a abordagem, as equipes encontraram uma arma e um simulacro, além de diversos celulares e documentos que não pertenciam aos suspeitos.

Após conversarem com o trio, as equipes também perceberam que os argumentos se contradiziam.

A polícia conseguiu desbloquear os celulares que estavam com os suspeitos e ligaram para os números salvos nos aparelhos. Os agentes conversaram com uma mulher, que relatou que o marido estava desaparecido.

Questionados novamente, os suspeitos confessaram que mantinham quatro vítimas, todos caminhoneiros, em um cativeiro na Comunidade do Portal, localizado na rua Maysa.

Em entrevista à Record TV, o cabo França, do 14° Batalhão, informou que encontrou as vítimas andando na comunidade, pois elas conseguiram arrombar a porta do cativeiro.

Uma das vítimas, identificada como José Edinaldo Santos, informou que um dos criminosos que vigiava o local deixou o cativeiro, momento em que arrombaram o cadeado e fugiram do local.

Todos os roubos seguidos de sequestro ocorreram nesta terça-feira (14), em frente aos galpões das empresas JBS e Britânia.

Um deles foi por volta das 10h, em que dois caminhoneiros foram abordados na fábrica da JBS, localizada na Avenida das Comunicações, número 525, no Industrial Anhanguera.

Já o segundo ocorreu por volta das 12h na Avenida Alexios Jafet, número 538, na região do Jaraguá, zona norte da capital paulista, em que dois caminhoneiros também foram abordados pelo trio.

Segundo informações apuradas pelo repórter Guilherme Miletta, as vítimas acreditam que fizeram parte de uma emboscada.

Todas as quatro vítimas são do Nordeste do país e realizavam fretes com caminhões até a capital paulista. Elas acham que o assalto foi combinado e que os criminosos sabiam da localização dos veículos.

As vítimas foram libertadas ilesas. Nenhum caminhão foi localizado até o momento.

Também de acordo com a PM, dois dos suspeitos têm passagens pela polícia, sendo um por tráfico de drogas e outro por tentativa de assalto. O caso foi registrado no 10° Distrito Policial de Osasco.

Últimas