Polícia procurou quadrilha de roubo a casas em SP por 6 horas

Oito dos dez suspeitos mortos foram identificados; nenhum policial se feriu

Cinco dos suspeitos tentaram fugir em um Santa Fé, que bateu contra um poste a metros da casa roubada

Cinco dos suspeitos tentaram fugir em um Santa Fé, que bateu contra um poste a metros da casa roubada

Divulgação

A Polícia Civil realizou uma operação de mais de seis horas para a ação que acabou com a morte de dez suspeitos durante um roubo a casa na região do Morumbi, na zona sul de São Paulo.

Segundo informações do BO (boletim de ocorrência), registrado no Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais, da Polícia Civil), os dez suspeitos tentaram fugir em dois carros. Todos foram mortos, e nenhum policial se feriu na ação.

Segundo o documento, os dez homens tentavam roubar uma casa na rua Puréus, região nobre da capital paulista, quando foram localizados. Investigações do Deic já acompanhavam a quadrilha, e havia informações de que eles realizariam um roubo neste domingo.

Quatro fuzis estão entre as armas apreendidas

Quatro fuzis estão entre as armas apreendidas

Reprodução

Os dez tentaram fugir em dois carros, teriam trocado tiros com os policiais, e morreram próximo à casa que era alvo do roubo.

Os suspeitos mortos são:

- Edmilson José Rocha

- Jeferson Souza de Melo

- Paulo Ricardo Sena Matos

- Felipe Macedo de Azevedo (Miojo)

- Mizael Pereira Bastos (Sassá)

- Paulo Alberti Mauriti da Costa

- Ires da Silva Queiroz

- Rafael Anunciação dos Santos

- Rodrigo Kaique Evangelista dos Santos

- Hudson Macedo (Neném)

Mais cedo nesta segunda-feira (4) a polícia trabalhava com outros três suspeitos, que mais tarde foram identificados como sem relação com o caso. São eles: José Aldo Martins de Souza, Diego Ferreira da Silva e Lucas Augusto da Silva.