Novo Coronavírus

São Paulo Pontos de drive-thru têm filas para vacinação nesta segunda-feira (1º)

Pontos de drive-thru têm filas para vacinação nesta segunda-feira (1º)

Prefeitura imunizou, até último domingo (28), 8.535 idosos na faixa etária de 80 a 84 anos nos seis postos instalados na capital paulista

  • São Paulo | Do R7*

No Pacaembu, filas chegaram a ter 4h de espera no sábado; hoje, média é de 1h de espera

No Pacaembu, filas chegaram a ter 4h de espera no sábado; hoje, média é de 1h de espera

Ana Beatriz Camargo/R7

Os postos de vacinação em esquema de drive-thru têm filas na manhã desta segunda-feira (1º) na cidade de São Paulo. Imagens registradas pelo helicóptero da Record TV mostram veículos enfileirados no bairro do Cambuci, na zona sul de São Paulo e no estádio do Pacaembu, na zona oeste da cidade.

A reportagem do R7 esteve no Pacaembu nesta manhã e constatou a boa organização para a vacinação dos idosos, coordenada pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). A espera média é de 1 hora.

A prefeitura, por meio da SMS (Secretaria Municipal da Saúde), imunizou, até às 19h do domingo (28), 8.535 idosos na faixa etária de 80 a 84 anos nos seis drive-thrus instalados em diferentes pontos da cidade.

No Pacaembu, foram atendidos 2.810 idosos. Depois, a lista inclui o Anhembi (1.536), Igreja Boas Novas (1.059), Autódromo de Interlagos (1.290), Arena Corinthians (660) e Clube Hebraica (1.180). Ao todo, 18.008 idosos foram imunizados no final de semana dos dias 27 e 28.

O município de São Paulo aplicou 716.712 doses, sendo 551.696 com a 1ª e 165.016 com a 2ª dose.

No sábado, as filas para a vacinação nos postos drive-thru chegaram a 4 horas. No domingo, os idosos conseguiram se imunizar em menos tempo. Na manhã desta segunda-feira, o tempo de esperar para a imunização é de 30 a 40 minutos. No entanto, os veículos começaram a aguardar na fila desde às 5h. A prefeitura projeta um tempo de espera menor, já que as unidades básicas de saúde também começarão a vacinar o público-alvo.

Os seis drive-thrus continuarão funcionando nesta segunda (1º), das 8h às 17h, e os idosos acima de 80 anos também podem procurar uma das 468 UBSs (Unidades Básicas de Saúde), a mais próxima de suas residências, ou ainda, um dos três Centros-Escolas para a imunização.

Antecipação

Na quinta-feira (25), o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) anunciou que a vacinação de pessoas acima de 80 anos contra covid-19 seria antecipada na capital para sábado (27). A estimativa é de que mais 140 mil idosos sejam imunizados. Será possível receber uma dose da vacina nas 82 AMAs (Assistência Médica Ambulatorial) e nos cinco postos drive-thru.

A partir desta segunda-feira (1º), profissionais de saúde autônomos que tenham 55 anos ou mais e que não estejam na linha de frente de combate ao novo coronavírus também serão imunizados.

A vacinação também foi estendida a 3.500 profissionais que atuam na Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social e lidam diretamente com idosos ou população em situação de rua. Entre eles, os que trabalham nos CDIs, CEAs, e nas unidades Pop Rua.

*Com a colaboração de Ana Beatriz Camargo, do R7

Últimas