Pontos terão cobertura térmica e painel com horários de ônibus

Obra em 44 abrigos de ônibus que atendem mais de 3 milhões de pessoas começa nesta segunda-feira, na Avenida Brigadeiro Luís Antônio

Pontos terão cobertura térmica e painéis informativos dos ônibus

Pontos terão cobertura térmica e painéis informativos dos ônibus

Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo

A partir desta segunda-feira (21), começa uma série de obras em 44 abrigos de ônibus que atendem mais de 3 milhões de pessoas em São Paulo. A reforma será feita em um ponto por vez, durante cerca de um ano e meio, para não atrapalhar o transporte público na cidade.

O primeiro abrigo que será reformado está na Avenida Brigadeiro Luís Antônio. Os maiores corredores de ônibus da cidade também passarão pelo processo em alguns de seus pontos: a Avenida Nove de Julho, Rebouças, Professor Francisco Morato, e a rua da Consolação.

Iluminação, acessibilidade e sensação térmica nos pontos 

Uma das novidades que fazem parte da obra é o painel com sistema de informações em tempo real dos ônibus e do funcionamento das linhas em todos os 44 pontos reformados.

A empresa responsável pelo financiamento e planejamento das obras, a Otima, explica os benefícios que a obra vai trazer para a população que utiliza estes pontos de ônibus.

Sthefany Simioni, chefe de relações institucionais da Otima, empresa responsável pelo financiamento e planejamento das obras, explica que será feita também a requalificação da estrutura metálica, além da troca o forro da cobertura. "Com isso, vai diminuir a sensação térmica das pessoas que ficam aguardando o ônibus. Vamos ter uma incidência menor de calor e de frio", disse. De acordo com ela, os pontos também terão o sistema de iluminação alterado, com ao menos 36 lâmpadas de LED em cada um deles.

 Ela ainda acrescentou que as obras trarão acessibilidade para deficientes visuais e físicos e o aumento da segurança, com a construção de mais estruturas que protejam os passageiros dos veículos.

Leia mais: Carros de apps invadem faixas de ônibus em SP e ‘freiam’ coletivos

Em troca pela reforma dos pontos, a empresa, que é responsável por alguns pontos na cidade desde 2012, poderá explorar os painéis publicitários nos locais até 2037. 

Previsão das obras e vias contempladas

Avenida Brigadeiro Luís Antônio - out/2019 até fev/2020 (6 pontos)

Avenida Nove de Julho - jan/2020 até out/2020 (14 pontos)

Rua da Consolação - fev/2020 até mar/2020, e depois fev/2021 até mar/2021 (2 pontos)

Avenida Rebouças - mar/2020 até mai/2020 (3 pontos)

Avenida Eusébio Matoso - mar/2020 até abr/2020, e depois fev/2021 até mar/2021 (2 pontos)

Avenida Professor Francisco Morato - abr/2020 até jun/2020 (5 pontos)

Avenida São Gabriel - out/2020 até dez/2020 (2 pontos) 

Avenida Ibirapuera - out/2020 até dez/2020 (3 pontos)

Avenida Vereador José Diniz - out/2020 até nov/2020 (1 ponto)

Avenida Senador Teotônio Vilela - nov/2020 até jan/2021 (5 pontos)

Estrada M'Boi Mirim - dez/2020 até fev/2021 (2 pontos) 

*Estagiário do R7, sob supervisão de Ana Vinhas