Prefeitura confirma morte causada por sarampo em São Paulo

Caso aconteceu em 2019 e resultado laboratorial confirmando a causa da morte foi divulgado nesta semana. Essa seria a 15ª morte no Estado

SP está em campanha de vacinação contra sarampo

SP está em campanha de vacinação contra sarampo

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Exame laboratorial confirmou, nesta semana, mais uma morte decorrente de sarampo em 2019. O resultado foi confirmado pela Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, nesta sexta-feira (28).

Não há informações sobre a vítima e quando que aconteceu a morte. Este seria a 15ª morte pela doença no ano passado no Estado de São Paulo.

De acordo com o Centro de Vigilância Epidemiológica estadual, que realiza o monitoramento da circulação do vírus, em 2019 houve 16.075 casos no Estado.

Em nota divulgada no dia 10 de fevereiro, o governo estadual apontou que neste ano já foram registrados 1.352, sem nenhuma morte.

A Secretaria Estadual de Saúde também lançou, em 10 de fevereiro, a campanha de vacinação contra o sarampo deste ano. Pessoas de 5 a 19 anos podem receber a dose da vacina até o próximo dia 13 de março.

Para vacinação, há contraindicação para bebês com menos de 6 meses. A recomendação para os pais e responsáveis por crianças nessa faixa etária é evitar exposição a aglomerações, manter higienização adequada, ventilação adequada de ambientes, e sobretudo que procurem imediatamente um serviço de saúde diante de qualquer sintoma da doença, como manchas vermelhas pelo corpo, febre, coriza, conjuntivite, manchas brancas na mucosa bucal. Somente um profissional de saúde poderá avaliar e dar as recomendações necessárias.