São Paulo Prefeitura de SP antecipa aplicação da 2ª dose de Pfizer para quarta (20)

Prefeitura de SP antecipa aplicação da 2ª dose de Pfizer para quarta (20)

Redução de 56 para 21 dias não é válida para os adolescentes; público estimado a ser beneficiado é de 82.804 pessoas

  • São Paulo | Do R7

Prefeitura passará a adotar intervalo de 21 dias a partir de quarta-feira (20)

Prefeitura passará a adotar intervalo de 21 dias a partir de quarta-feira (20)

Reprodução/Flickr

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), informou que a capital recebeu nesta terça-feira (19) 357.354 doses de vacina da Pfizer e, assim, passará a adotar o intervalo de 21 dias entre a primeira e a segunda doses dessa vacina anti-Covid para pessoas acima de 18 anos a partir desta quarta-feira (20). 

A data anteriormente prevista era quinta-feira (21). Todos os adultos que tomaram a primeira dose há 21 dias poderão a receber a segunda dose do imunizante. O público estimado a ser beneficiado com essa redução no intervalo é de 82.804 pessoas.

A redução do prazo de 56 para 21 dias não é válida para os adolescentes. Para os jovens de 12 a 17 anos de idade, o intervalo entre as doses permanece de oito semanas. Uma eventual antecipação para esse público será adotada mediante disponibilização de mais doses por parte do Ministério da Saúde.

Com relação às outras vacinas, o intervalo para a segunda dose segue sendo de 12 semanas para AstraZeneca e 28 dias para CoronaVac. A medida respeita a orientação dos programas Nacional e Estadual de Imunizações (PNI e PEI).

Todas as unidades estão orientadas a utilizar o imunizante da Pfizer nos eventuais períodos em que a vacina da AstraZeneca esteja indisponível na rede.

A pasta reforça a importância de completar o esquema vacinal com a dose adicional. A secretaria também recomenda à população que acompanhe a disponibilidade de segundas doses dos imunizantes por meio da plataforma.

Últimas