São Paulo Prefeitura de SP atrasa de novo entrega do Vale do Anhangabaú

Prefeitura de SP atrasa de novo entrega do Vale do Anhangabaú

Justificativa para adiamento da obra por mais 30 dias foi o agravamento da pandemia de covid-19 na capital paulista

  • São Paulo | Do R7, com informações de Rodrigo Martinez

Prefeitura de SP atrasa de novo entrega da obra do Vale do Anhangabaú

Prefeitura de SP atrasa de novo entrega da obra do Vale do Anhangabaú

RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS / ESTADÃO CONTEÚDO - 04/01/2021

A Prefeitura de São Paulo adiou nesta quarta-feira (6) por mais 30 dias o prazo de entrega da obra do Vale do Anhangabaú, na região central de São Paulo. Inicialmente, a reforma havia sido prometida para junho de 2020 e, desde então, foram anunciados diversos adiamentos.

O Consórcio Central, formado pelas empresas FBS Construção Civil e a Lopes Kalil Engenharia, já havia comunicado o atraso no cronograma de entrega.

Em nota, a prefeitura informou que o local ainda não tem data para abrir ao público por causa do agravamento da pandemia. "A Prefeitura de São Paulo informa que o Vale do Anhangabaú permanecerá fechado devido ao agravamento do número de casos de pessoas infectadas pela covid-19. A prorrogação do contrato foi necessária para dar continuidade à operação assistida para as fontes instaladas no projeto", justificou.

No cronograma sugerido em documento assinado pelo gerente de uma das integrantes do consórcio, nenhuma fase da obra aparecia pronta até dezembro e grande parte das intervenções tinha conclusão prevista para este ano, como pavimentação, instalações hidráulicas, iluminação, ventilação e exaustão, o paisagismo e os mobiliários urbanos.

O valor da obra também mudou ao longo do tempo. Subiu 17,4%, de R$ 79,9 milhões para R$ 93,8 milhões. É quase metade do custo do contrato de concessão por dez anos do espaço, avaliado em R$ 49,2 milhões, que inclui despesas, investimentos e outorgas.

Últimas