Coronavírus

São Paulo Prefeitura de SP cogita ampliar postos após filas para vacinação

Prefeitura de SP cogita ampliar postos após filas para vacinação

Cidade conta, atualmente, com cerca de 500 postos, mas manhã foi de espera para pessoas 56  57 anos nesta quarta-feira (16)

Filas marcam dia de vacinação de pessoas de 56 e 57 anos

Filas marcam dia de vacinação de pessoas de 56 e 57 anos

REUTERS/Ricardo Moraes

A prefeitura de São Paulo estuda ampliar os postos de vacinação, após o registro de filas durante imunização contra covid-19 de pessoas de 56 a 57 anos nesta quarta-feira (16).

A estimativa é que 1,4 milhão de cidadãos sejam imunizados durante as próximas etapas da campanha de vacinação contra o coronavírus, na capital. Mas, para que isso aconteça de forma efetiva e sem muita aglomeração, a SMS (Secretaria Municipal de Saúde) e a prefeitura estudam a possibilidade de abertura de novos pontos de vacinação.

A SMS reforçou, por meio de nota, que a cidade conta, atualmente, com mais de 500 postos, e que todos atendem às necessidades da população elegível. São 468 Unidades Básicas de Saúde (UBS), AMA/UBS Integradas, três Centro de Saúde, 17 Serviços de Atenção Especializada (SAE), postos volantes, farmácias e drive-thrus em UBS, além de 20 drive-thrus e 11 mega postos espalhados por todo o município.

Últimas