São Paulo Prefeitura de SP fecha novo acordo para construção do Parque Augusta

Prefeitura de SP fecha novo acordo para construção do Parque Augusta

Acordo prevê que as empresas Cyrela e Setin apliquem em outros imóveis a área que poderiam construir no lote do parque

Prefeitura de SP fecha novo acordo para construção do Parque Augusta

Prefeitura de SP assina acordo para construção do Parque Augusta

Prefeitura de SP assina acordo para construção do Parque Augusta

Bruno Rocha/Agência Estado - 10.08.2018

A Prefeitura de São Paulo assinou nesta sexta-feira (10) o novo acordo para a construção do Parque Augusta, no centro expandido da capital paulista.

Como antecipou o jornal O Estado de S. Paulo, a gestão Bruno Covas (PSDB) mudou de estratégia no início deste ano e, em vez de fazer a permuta de um terreno público, irá repassar títulos de potencial construtivo às construtoras proprietárias do espaço do parque.

Os títulos permitem que as empresas Cyrela e Setin apliquem em outros imóveis a área que poderiam construir no lote do parque.

Permuta para criar Parque Augusta inclui lote em Pinheiros

Segundo o Ministério Público, as construtoras precisarão pagar uma indenização de R$ 9,8 milhões, dos quais R$ 6,2 milhões serão quitados por meio dos serviços de construção do parque e de um boulevard que ligará a área (pela Rua Gravataí) até a Praça Roosevelt.

Em matéria em julho, o jornal O Estado de S. Paulo mostrou que o primeiro desenho oficial do parque prevê a construção de arquibancada, deque e até cachorródromo.

Do valor pago pelas empresas, R$ 2 milhões serão empregados na manutenção do parque por dois anos, enquanto o restante será repassado para a construção de um Centro de Convivência Intergeracional e na reforma de uma Instituição de Longa Permanência para Idosos.

O acordo prevê, ainda, a liberação de R$ 90 milhões ao Município por meio de acordo firmado com o MP em 2015 e os bancos UBS, da Suíça, e Citibank, dos Estados Unidos.

Originalmente destinado à compra do terreno do parque, o dinheiro será utilizado na desapropriação de 22 terrenos para creches municipais, na construção parcial de 12 Centros de Educação Unificada (CEUs) e na implantação de Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs).

As obras do parque devem iniciar em cerca de 120 dias, após a homologação dos acordos. O Parque Augusta tem área de cerca de 24 mil metros quadrados.

    Access log