São Paulo Prefeitura de SP libera veículos em viaduto com risco de cair

Prefeitura de SP libera veículos em viaduto com risco de cair

Empresa contratada recomendou a interdição para caminhões, mas liberou fluxo de carros mesmo após citar risco potencial de a estrutura colapsar

Ponte interditada na Vila Maria tem risco de colapso

Ponte Jânio Quadros está interditada para caminhões há mais de um mês

Ponte Jânio Quadros está interditada para caminhões há mais de um mês

Reprodução

A ponte Jânio Quadros, conhecida como ponte da Vila Maria, na marginal Tietê, zona norte de São Paulo, está interditada desde 29 de maio, e possui "risco de colapso das estruturas", segundo um laudo feito por uma empresa contratada pela prefeitura para vistoriar a ponte. 

Leia mais: Última vistoria identificou falhas em 571 viadutos, pontes e túneis de SP

No laudo, o órgão recomendou obras imediatas e a suspensão da circulação de caminhões, que foi determinada pela prefeitura em 29 de maio. Os carros, porém, estão liberados para circular pelo viaduto.

O documento diz ainda que o risco de colapso é imprevisível, e que os danos à estrutura foram ocasionados por impactos de veículos e cargas no limite de altura que rasparam e danificaram a ponte.

Leia também: Com grandes danos, 8 viadutos terão vistoria de emergência em SP

Na ponte da Vila Maria, segundo dados da CET, circulam, em média, 6 mil veículos por hora. A estrutura liga os bairros da Vila Maria e do Belenzinho, cruzando sobre as marginais e o rio Tiête. 

Reprodução

A estrutura foi uma das primeiras 11 pontes e viadutos que foram inspecionados depois que a Secretaria de Obras montou um Grupo de Trabalho para verificar esses locais, após parte de um viaduto colapsar na marginal Pinheiros.

No resultado destas inspeções, a ponte Jânio Quadros foi considerada pelos técnicos da prefeitura como em "condição crítica" com "elementos estruturais em estado crítico, com risco tangível de colapso estrutural".

Diante do risco indicado pela empresa que fez o laudo e também nas manifestações de engenheiros da municipalidade, o R7 questionou a prefeitura de São Paulo sobre a segurança de manter a ponte aberta somente para veículos, além dos custos e prazo previsto para realização das obras de recuperação da ponte.

Em nota, a SIURB (Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras) afirma que a ponte Vila Maria, conehcida como Jânio Quadros, está segura e não representa qualquer risco à população. Com base no laudo estrutural, a SIURB proibiu o tráfego de caminhões e ônibus no dia 29 de maio, justamente para a prefeitura garantir a segurança de todos os motoristas. O laudo técnico da ponte, elaborado pela empresa Bureau Veritas, apontou que a estrutura suporta, com segurança, o tráfego de veículos leves.

Ainda segundo a prefeitura, a ponte da Vila Maria está passando por obras emergências para recuperação de quatro vigas, danificadas pela sucessiva colisão de caminhões que trafegam pelo local com altura superior a permitida. Por se tratar de serviços executados em caráter emergencial, o orçamento está em elaboração e as obras devem ser concluídas em até 180 dias (contados a partir de 31 de maio).