Novo Coronavírus

São Paulo Prefeitura de SP promete entregar mais cinco miniusinas de oxigênio

Prefeitura de SP promete entregar mais cinco miniusinas de oxigênio

Até o dia 30, equipamentos serão instalados em cinco Hospitais Dia da capital para abastecer leitos de UTI e enfermaria

  • São Paulo | Do R7

Prefeitura de SP promete entrega de mais cinco miniusinas de oxigênio até o fim da semana

Prefeitura de SP promete entrega de mais cinco miniusinas de oxigênio até o fim da semana

Divulgação / Prefeitura de SP

A Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo promete entregar cinco novas miniusinas geradoras de oxigênio até a próxima sexta-feira (30). Os equipamentos serão instalados no Hospital Dia Flávio Gianotti, Hospital Dia Tito Lopes, Hospital Dia Campo Limpo, Hospital Dia M’Boi Mirim I e Hospital Dia Cidade Ademar. 

Outras miniusinas já funcionam no Hospital Dia M’Boi Mirim, no Hospital Central Sorocabana, no Hospital Municipal Capela do Socorro e na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Jabaquara, inaugurada na terça-feira (20)

Quando uma miniusina é entregue, ela passa por um processo de instalação e início de produção que dura, em média, três dias. 

Ao todo, a cidade de São Paulo terá 19 equipamentos que, somados, terão capacidade para produzir 9 mil m³ do gás por dia, o equivalente a 900 cilindros. Segundo a prefeitura, essa quantidade é suficiente para abastecer 596 leitos de enfermaria e 211 de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva).

As próximas unidades de saúde que devem receber uma miniusina geradora de oxigênio são: UPA Vila Mariana, Hospital Dia São Mateus, AMA (Assistência Médica Ambulatorial) José Pires, Hospital Dia Mooca, Hospital Dia Butantã, Hospital Dia Lapa, Hospital Dia Vila Guilherme, Hospital Dia Brasilândia e Hospital Dia Sapopemba. Uma miniusina ainda terá o local de instalação definido. As entregas serão feitas gradualmente.

Últimas