Coronavírus

São Paulo Prefeitura fecha baladas com aglomerações em Guarulhos (SP)

Prefeitura fecha baladas com aglomerações em Guarulhos (SP)

Interdições ocorreram em estabelecimentos que já haviam sido autuados em setembro e outubro do ano passado

  • São Paulo | Elizabeth Matravolgyi, da Agência Record

Jovens se aglomeram em bares e festas em São Paulo

Jovens se aglomeram em bares e festas em São Paulo

BRUNO ROCHA - 22.01.2021/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO

Duas baladas foram interditadas, na sexta-feira (19) e no domingo (21), por fiscais da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU) em Guarulhos, São Paulo. A primeira interdição ocorreu porque a secretaria já havia autuado o estabelecimento por duas vezes em outubro de 2020, mas continuou recebendo denúncias de eventos que geram aglomerações. Além disso, a Vigilância Sanitária também enviou para a SDU um pedido de fiscalização.

O outro estabelecimento interditado, um conhecido sítio utilizado para festas, também havia sido constantemente denunciado pela população. O espaço também já havia sido autuado, em setembro de 2020, por falta de licença de funcionamento e perturbação do sossego e em outubro por falta de licença. Cerca de 200 pessoas estavam no local e tiveram de sair para que as atividades fossem encerradas.

"É necessário ser rígido nesses casos. Os locais já haviam sido autuados e alertados sobre os riscos e consequências de desrespeitarem as determinações. Esse tipo de atitude pode oferecer risco para as vidas dos clientes e funcionários", afirmou Bruno Gersósimo, titular da pasta.

Além destes, outros dois estabelecimentos foram autuados, no Jardim Bananal e Vila Augusta, por falta de licença de funcionamento, além de um na Vila São Jorge por falta de licença de funcionamento e aglomeração. As ações foram acompanhadas por agentes da Guarda Civil Municipal (GCM), para garantir que não houvesse problemas com os donos e clientes dos estabelecimentos.

Últimas