São Paulo Presidente do TJ-SP visita Record e comenta implantação de processo digital

Presidente do TJ-SP visita Record e comenta implantação de processo digital

Medida otimiza atividades e potencializa o uso do sistema de acompanhamento dos processos

Presidente do TJ-SP visita Record e comenta implantação de processo digital

O presidente da Rede Record, Luiz Cláudio Costa, o diretor corporativo, Márcio Novaes e o diretor nacional institucional, Zacarias Pagnanelli receberam os magistrados

O presidente da Rede Record, Luiz Cláudio Costa, o diretor corporativo, Márcio Novaes e o diretor nacional institucional, Zacarias Pagnanelli receberam os magistrados

Eduardo Enomoto/R7

Em visita institucional à Rede Record, o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, comentou sobre a implantação do processo digital e o projeto Justiça Bandeirante, programa de gestão por eficiência do SAJ (Sistema de Automação da Justiça) nas unidades do TJ-SP, que tem o objetivo de proporcionar a utilização integral das funcionalidades do SAJ otimizando as atividades operacionais por meio do aproveitamento dos recursos tecnológicos disponíveis, possibilitando aos servidores e magistrados renovarem seus conhecimentos para potencializar o uso do sistema de acompanhamento e gerenciamento dos processos.

O processo digital elimina a perda de tempo com deslocamentos, dentro e fora do fórum, que oneram o dia a dia de servidores e advogados. Com o novo sistema, tanto o ajuizamento da ação, quanto os demais peticionamentos são feitos diretamente pelo portal na internet, disponível 24 horas por dia, inclusive em fins de semana e feriados.

Além disso, também há vantagens para o meio ambiente já que dezenas de milhões de folhas de papel são poupadas. Dados do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) apontam que são distribuídos mais de 20 milhões de processos novos por ano no Brasil. No formato físico, consumem cerca de 46 milhões de kg de papel e 690 mil árvores, com o desmatamento de 400 hectares e, ainda, 1,5 milhão de metros cúbicos de água (suficientes para abastecer uma cidade de 27 mil habitantes durante um ano). O processo de sustentabilidade vai atingir os 700 prédios do TJ.

O presidente da Rede Record, Luiz Cláudio Costa, o diretor corporativo, Márcio Novaes e o diretor nacional institucional, Zacarias Pagnanelli receberam os magistrados. Participaram do encontro o desembargador Ademir de Carvalho Benedito, vice presidente do TJ-SP, desembargador Luiz Antônio de Godoy, presidente da Câmara de Direito Privado do TJ-SP, desembargador Renato de Salles Abreu Filho, presidente do Direito Criminal do TJ-SP, juiz assessor chefe do gabinete civil, Fernando Figueiredo Bartoletti.

Experimente: todos os programas da Record na íntegra no R7 Play