Preso suspeito de balear PM aposentado em 'saidinha' de banco

Vítima está em coma induzido, depois de reagir à tentativa de assalto na zona leste de São Paulo. Polícia ainda busca por um segundo suspeito do crime

Crime ocorreu em frente a uma agência bancária

Crime ocorreu em frente a uma agência bancária

Reprodução/ Record TV

Foi preso, no início desta terça-feira (19), um dos autores da tentativa de latrocínio contra um sargento da PM aposentado, de 51 anos, ocorrida no último dia 8, na zona leste de São Paulo.

Na ocasião, a vítima saía de uma agência bancária na avenida Cangaíba, na Penha, quando foi abordada por dois criminosos. Os suspeitos, vestidos com uniformes de gari, alvejaram o militar, que até o momento se encontra em coma induzido, e fugiram levando uma pasta contendo documentos e R$ 2 mil.

Com as investigações, foi possível capturar um dos autores do crime nesta madrugada. O trabalho da Polícia Civil prossegue com finalidade de deter o segundo envolvido.

O caso

De acordo com a Polícia Militar, o homem saía da agência bancária quando foi abordado por dois homens trajando roupas de gari, que fingiam varrer a rua em frente ao local. O crime é caracterizado popularmente como "saidinha de banco".

O ex-policial foi atingido com dois disparos, sendo que um atingiu a nuca e outro o tórax.

A dupla de criminosos fugiu do local em uma moto escura e, segundo a Polícia Militar, seguiram em direção à Comunidade do Pira, também no bairro da zona leste da capital. Agentes estão realizando diligências pelo local para tentar localizar os suspeitos.

Ele foi atendido e encaminhado em estado grave ao Hospital Municipal do Tatuapé pelo helicóptero Águia do Grupamento Aéreo da Polícia Militar. Ele passou por cirurgia na unidade hospitalar no início da tarde.